Crise: Edvaldo e Eliane visitam TCE

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 10/11/2016 às 00:55:00

O prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, e a futura vice-prefeita, Eliane Aquino, foram recebidos ontem, 9, pelo presidente Clóvis Barbosa de Melo e todos os demais conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Na visita, foram tratados aspectos relacionados à transição na gestão da capital, bem como a futura relação da administração municipal com o órgão de controle.

"Para nós é uma satisfação receber o próximo prefeito de Aracaju, já que estamos nessa fase recebendo todos os gestores eleitos. O Tribunal também é a casa dos prefeitos e estamos nos colocando à disposição para esclarecer toda e qualquer dúvida que tenham", afirmou o conselheiro Clóvis Barbosa.

Na ocasião Edvaldo assegurou que já nos próximos dias irá cumprir a Resolução TCE Nº 301, que dispõe sobre as transições de governo: "Faremos nossa comissão de transição para que possamos dialogar com a atual gestão e ver como as coisas estão acontecendo em Aracaju", colocou.

O futuro prefeito falou ainda sobre sua expectativa a menos de dois meses do seu novo mandato. "Estamos vendo as dificuldades que a prefeitura está enfrentando, a falta de pagamento, as questões relativas ao lixo, à saúde; minha intenção é tomar pé e o mais rápido possível buscar resolver os problemas", concluiu.

Já Eliane Aquino destacou a oportunidade de estabelecer uma relação de proximidade com o TCE: "Essa parceria do poder público com os órgãos de controle é fundamental, principalmente quando a gente quer fazer uma gestão com muita transparência e que aparticipação de todos seja um grande marco no município de Aracaju".

A visita contou com as presenças dos conselheiros Carlos Alberto Sobral, Carlos Pinna, Ulices Andrade, Luiz Augusto Ribeiro, Susana Azevedo e Angélica Guimarães, além do procurador-geral do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, o diretor de Comunicação do Tribunal, Marcos Cardoso, e o coordenador Jurídico, Luiz Carlos Oliveira.