Albano é homenageado com a Medalha do Mérito Maçônico

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/11/2016 às 00:43:00

O ex-governador Albano Franco foi homenageado pela Loja Maçônica Cotinguiba com a Medalha do Mérito Maçônico, a mais relevante comenda da organização. A sessão solene pública de entrega da condecoração aconteceu na noite de quarta-feira, no Salão de Sessões daquela Loja, e, na oportunidade, foram também homenageados o venerável maçônico Carlos Satler e o professor Joubert Uchoa de Mendonça, reitor da Universidade Tiradentes.

Ao agradecer a homenagem que considerou como “um enorme privilégio”, o ex-governador e empresário Albano Franco ressaltou os 144 anos da trajetória da Loja Maçônica Cotinguiba em Aracaju, que praticamente se confunde com a própria história da capital dos sergipanos,e se confluem as duas trajetórias  “para formar um amplo canal histórico de realizações em benefício do crescimento da cidade e de seus habitantes”.

Nessa linha de louvação a presença da maçonaria em Sergipe através do pioneirismo da Loja Cotinguiba, homenageado destacou algumas das personalidades sergipanas que construíram a história da organização, a exemplo dos veneráveis Carlos Satler e Francisco Rocha, o Rochinha, que completou90 anos, nesta segunda-feira, “que são, sem dúvidas, histórias vivas da maçonaria sergipana e brasileira”.

Albano lembrou ainda a celebre sessão de 29 de maio de 1969, quando o então bispo auxiliar de Aracaju, Dom Luciano Cabral Duarte, convidado para conferência, compareceu a Loja Maçônica Cotinguiba e daquela noite de reaproximação da Igreja Católica com a Maçonaria, nasceu à primeira iniciativa de reforma agrária em Sergipe, inclusive sem participação do poder público. Foi o Projeto Reconciliação, executado pela PRHOCASE, que depois se consolidou com bem sucedida experiência de assentamento agrário no município de Santo Amaro das Brotas.