Grupo invade casa e executa irmãos em Areia Branca.

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/11/2016 às 00:02:00

A polícia de Areia Branca (Agreste) investiga o assassinato de dois irmãos que tiveram a residência invadida por volta das 20h de anteontem, na Travessa Manoel Prado, periferia da cidade. José Rodrigo Feitosa Santos, 21 anos,e Thiago Feitosa dos Santos, 16, foram executados dentro de casa por cinco homens fortemente armados que dispararam vários tiros de escopeta calibre 12. Segundo informações da Polícia Militar local, eles descansavam em um quarto da residência quando os matadores chegaram à casa em um carro, arrombaram a porta e entraram atirando.

Thiago foi o primeiro a ser atingido, quando ainda estava deitado. Rodrigo, por sua vez, ainda tentou defender o irmão, mas acabou baleado à queima-roupa. Os dois morreram na hora, atingidos principalmente na cabeça. A esposa de Rodrigo, que está grávida de oito meses, também estava na casa, mas não foi atingida e entrou em estado de choque ao ver os parentes mortos. Os criminosos fugiram dali imediatamente, tomando destino ignorado.

Soldados da 1ª Companhia do 3º Batalhão (1ª Cia/3º BPM) estiveram no local, mas não conseguiram informações mais precisas com os moradores da vizinhança, que alegavam apenas ter escutado os disparos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal, em Aracaju, e liberados na manhã de ontem. O caso foi registrado na Delegacia de Areia Branca e a principal suspeita da polícia até o momento é de que as mortes teriam sido provocadas por uma suposta rixa com uma das vítimas.

 

Tiroteio – Em Estância (Sul), um suspeito morreu e outro foi preso na manhã desta quarta-feira, acusados de assaltarem uma fazenda da zona rural do município, na noite anterior. Segundo informações da Delegacia Regional de Estância, agentes do setor de Crimes contra o Patrimônio da unidade apuravam informações sobre o crime na região próxima ao rio Piauí, quando os suspeitos foram localizados a caminho do rio.

A equipe de policiais ordenou a rendição dos dois homens e deu-lhes voz de prisão. Um deles,identificado como Thiago da Cruz Silva, 19 anos, estava armado com uma escopeta calibre 12 e, segundo a polícia, apontou-a contra os agentes. No tiroteio que se seguiu, o acusado foi baleado e socorrido ao Hospital Regional de Estância, onde morreu. O outro homem, Denisson Fábio Andrade Guimarães, estava desarmado, obedeceu à abordagem e foi preso.

Segundo o relato da ocorrência, os dois acusados e um terceiro suspeito entraram na fazenda durante a madrugada e tomaram como reféns todos os empregados e as famílias dos caseiros, incluindo as crianças. Em seguida, após levar vários objetos, eles legaram algumas cabeças de gado da fazenda vizinha. Na delegacia, Fábio foi reconhecido pelas vítimas do assalto à propriedade e autuado em flagrante. As vítimas também apontaram que a escopeta usada por Thiago ao trocar tiros com a polícia foi a mesma usada no crime. O caso continua sendo investigado pela equipe da delegada Clarissa Lobo, que busca agora identificar o terceiro assaltante.