Edvaldo anuncia comissão que avaliará quadro da PMA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 17/11/2016 às 00:59:00

Equipe de transição da PMA apresentará relatório até 15 de dezembro

 

O prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), anunciou ontem, 16, a sua equipe de transição. A equipe será coordenada pelo futuro secretário municipal da Fazenda, Jefferson Passos, e terá entre seus membros a vice-prefeita eleita Eliane Aquino (PT). Ao todo, oito pessoas compõem o grupo, que terá a função de levantar informações sobre a situação atual da administração municipal e apresentar um plano para os primeiros 100 dias da nova gestão. O anúncio da equipe de transição também é o cumprimento de uma das exigências feitas pela resolução nº 301 do Tribunal de Contas do Estado.

Além de Eliane Aquino e Jefferson Passos, a equipe de transição da nova administração é composta por Zezinho Sobral (ex-secretário estadual da Saúde), Mendonça Prado (ex-deputado federal e ex-secretário estadual da Segurança Pública), Carlos Cauê (ex-secretário estadual da Comunicação), Jorge Santana (empresário, coordenador do programa de governo de campanha de Edvaldo e ex-secretário estadual do Desenvolvimento Econômico), Dulcival Santana (funcionário da Caixa Econômica Federal e ex-secretário municipal de Planejamento) e Rosário Rabelo (ex-secretária da Ação Social de Aracaju). Eles deverão apresentar um primeiro relatório até o dia 15 de dezembro.

“A comissão de transição irá desenvolver o trabalho de busca dos dados, para que a gente possa a partir daí levantar a situação da prefeitura, e podermos traçar as metas para os nossos primeiros dias de governo. O quadro que todos nós estamos vendo na prefeitura é de muita gravidade: o atraso dos salários dos servidores, o mau funcionamento da Saúde, as questões relativas à limpeza pública, com a paralisação dos garis, algo que vai mostrando para nós que Aracaju vive o momento mais difícil da sua história. Por outro lado, nós ainda não temos os dados que revelem a real situação econômico-financeira da gestão municipal. Temos assistido também a uma série de publicações de editais, que não nos permitem compreender os fatos por trás destes eventos”, afirmou Edvaldo Nogueira.

Primeiras medidas - Ele explicou que, além de fazer a mensuração dos dados sobre o atual governo municipal, o trabalho desenvolvido pela comissão de transição dará as condições para que a nova gestão possa definir suas primeiras medidas. Após os primeiros levantamentos da equipe também será possível definir o secretariado. Técnicos de diversas áreas da administração serão convidados a contribuir com o trabalho da comissão. A equipe de transição terá sua base na Escola de Governo, espaço cedido pela atual administração, para que possa desenvolver os seus trabalhos. Edvaldo salientou que os membros da comissão não serão necessariamente secretários municipais.

“Chamo a atenção de todos para o fato de que até o dia 31 de dezembro o prefeito da cidade é João Alves Filho, portanto o responsável por todas as questões que envolvem a cidade. É a partir do dia 1º de janeiro que o desafio nos será colocado e é quando iremos anunciar as medidas que iremos tomar, notadamente, para os 100 primeiros dias de governo, com vistas a superar esta grave crise que Aracaju enfrenta”, pontuou.

Edvaldo disse esperar que a atual gestão não crie dificuldades para a cessão das informações. “Há uma ausência de transparência da atual gestão. Temos consciência que nem tudo será apresentado a nós durante a transição, mas esperamos que o máximo possível de informações nos sejam disponibilizados. As medidas que iremos tomar, como uma auditoria e as medidas dos 100 primeiros dias, vão depender dos dados que serão apresentados a nós ao longo do processo. Iremos inaugurar na prefeitura um novo tempo. Nossa gestão terá compromisso com a transparência e com o controle social”, ressaltou.

O prefeito eleito voltou a afirmar quais serão as prioridades da sua gestão: “Vamos regularizar o pagamento dos salários dos servidores. Iremos também fazer com que a Saúde volte a funcionar satisfatoriamente e daremos uma atenção especial às questões de Segurança Pública, inclusive sobre estes dois temas vou buscar o governador Jackson Barreto para que desenvolvamos ações integradas e uma sinergia de esforços entre Estado e Município. Também temos como prioridade a regularização da coleta do lixo e a geração de emprego. Nosso intuito é ainda retomar as 40 obras que deixamos para a atual gestão, mas que foram paralisadas”.

 

João Alves Filho recebe o prefeito eleito

 

O prefeito eleito Edvaldo Nogueira (PCdoB) foi recebido nesta quarta-feira, 16, pelo prefeito João Alves Filho (DEM). Acompanhado da vice-prefeita eleita Eliane Aquino (PT) e de Dulcival Santana (membro da equipe de transição), Edvaldo apresentou ao atual gestor informações sobre a transição e solicitou as primeiras informações sobre a administração municipal.

“Foi uma visita com três objetivos. Primeiro, uma visita de cortesia feita pelo prefeito eleito para uma conversa com o prefeito em exercício. Segundo, foi um encontro para mostrar que nomeamos a nossa comissão de transição e solicitar o início do trabalho de transição entre os dois governos. Por fim foi também uma oportunidade para conversarmos sobre a prefeitura de Aracaju. Foi muito positivo. O prefeito se colocou à disposição. Foi um encontro proveitoso entre dois políticos que se respeitam e abrindo caminhos para uma transição democrática”, afirmou Edvaldo Nogueira.

O prefeito João Alves Filho destacou que foi um “encontro muito cordial”. “O prefeito eleito Edvaldo Nogueira trouxe a informação de que já definiu e anunciou a equipe de transição. Eu e Edvaldo temos uma coisa em comum: queremos bem de Aracaju. A campanha e o confronto político acabou. A partir de agora vamos cuidar do bem de Aracaju. Eu estarei às ordens. Foi uma conversa civilizada e eu fiquei muito feliz de receber Edvaldo e Eliane”, ressaltou.

A audiência foi o primeiro encontro entre os dois gestores. Na semana passada, Edvaldo e Eliane já haviam se reunido com os secretários municipais Marlene Calumby e Igor Albuquerque, quando solicitaram o início da transição e agendaram a reunião com o prefeito João Alves Filho. Na audiência desta quarta, João foi acompanhado dos secretários Marlene Calumby e Carlos Batalha. A senadora Maria do Carmo, primeira-dama municipal e secretária da Ação Social, também recepcionou o prefeito eleito e a vice-prefeita eleita.