Vendas do comércio sergipano recuaram 15,2% em setembro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 17/11/2016 às 00:38:00

 

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, apontou que as vendas do comércio varejista ampliado, que abrange as atividades de varejo, as vendas de material de construção e o comércio de veículos, motos, partes e peças, apresentaram retração de 15,2% no mês de setembro, quando comparação ao mesmo mês do ano passado, porém a receita nominal das vendas do comércio varejista ampliado recuou 6,4%, na mesma base de comparação.

De janeiro a setembro deste ano, as vendas do comércio ampliado recuaram 16%, enquanto que a receita nominal caiu 7,4%, comparações em relação ao mesmo intervalo de 2015.

No comércio restrito, que inclui apenas as atividades do varejo, com ajuste sazonal (utilizado para uniformizar os períodos de comparação), as vendas recuaram 1,4%, na passagem de agosto para setembro do ano corrente. A receita nominal se manteve estável.