Comoção em Propriá com a morte de cinco em acidente

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/11/2016 às 00:14:00

 

Gabriel Damásio
gabrieldamasio@jornaldodiase.com.br
Cinco pessoas morreram 
e uma ficou ferida em 
um grave acidente ocorrido por volta das 15h de ontem, no quilômetro 76 da BR-101, entre as cidades de Maruim e Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). O choque envolveu um táxi-lotação VW Voyage que ia de Aracaju em direção a Propriá (Baixo São Francisco)e foi atingido por uma caminhonete Chevrolet S-10 com placas de Retirolândia (BA). Todos os passageiros do lotação, sendo um taxista e quatro mulheres, morreram na hora. Eles não foram identificados oficialmente até o fechamento desta edição, mas as autoridades confirmam que as vítimas eram moradoras de Propriá. 
Já condutor da S-10, um homem de 40 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e apresentou ferimentos leves, além de uma extensa marca deixada pelo cinto de segurança. Segundo o boletim médico do Samu, ele foi avaliado e transferido para a Ala Verde-Trauma do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), na capital, onde ficou em observação médica. 
Segundo informações passadas por testemunhas, o táxi seguia pelo sentido interior quando teria feito uma ultrapassagem na pista contrária e percebeu que a caminhonete se aproximava muito rápido deles. O taxista teria tentado desviar para o acostamento, mas o outro veículo acertou em cheio a lateral direita do Voyage. A violência do choque foi muito forte, deixando os carros parcialmente destruídos e atirados para fora da pista, enquanto os pertences das passageiras se espalharam pelo asfalto, incluindo os documentos das vítimas. 
Esta versão dada pelas testemunhas não é confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez uma perícia no local para iniciar as investigações sobre as causas do acidente. "A princípio, parece ser uma colisão do tipo frontal, mas as causas dessa batida, se foi em razão de uma ultrapassagem indevida ou se excesso de velocidade, ou se alguém perdeu o controle do veículo, isso ainda não se sabe", informa o chefe de comunicação da PRF em Sergipe, inspetor Flávio Vasconcelos. O caso foi registrado em um relatório da PRF que será encaminhado à Polícia Civil. O trânsito ficou parcialmente interditado no trecho por cerca de duas horas, até a retirada dos corpos pelo Instituto Médico-Legal (IML). 

Gabriel Damásio

gabrieldamasio@jornaldodiase.com.br


Cinco pessoas morreram e uma ficou ferida em um grave acidente ocorrido por volta das 15h de ontem, no quilômetro 76 da BR-101, entre as cidades de Maruim e Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). O choque envolveu um táxi-lotação VW Voyage que ia de Aracaju em direção a Propriá (Baixo São Francisco)e foi atingido por uma caminhonete Chevrolet S-10 com placas de Retirolândia (BA). Todos os passageiros do lotação, sendo um taxista e quatro mulheres, morreram na hora. Eles não foram identificados oficialmente até o fechamento desta edição, mas as autoridades confirmam que as vítimas eram moradoras de Propriá. 

Já condutor da S-10, um homem de 40 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e apresentou ferimentos leves, além de uma extensa marca deixada pelo cinto de segurança. Segundo o boletim médico do Samu, ele foi avaliado e transferido para a Ala Verde-Trauma do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), na capital, onde ficou em observação médica. 

Segundo informações passadas por testemunhas, o táxi seguia pelo sentido interior quando teria feito uma ultrapassagem na pista contrária e percebeu que a caminhonete se aproximava muito rápido deles. O taxista teria tentado desviar para o acostamento, mas o outro veículo acertou em cheio a lateral direita do Voyage. A violência do choque foi muito forte, deixando os carros parcialmente destruídos e atirados para fora da pista, enquanto os pertences das passageiras se espalharam pelo asfalto, incluindo os documentos das vítimas. 

Esta versão dada pelas testemunhas não é confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez uma perícia no local para iniciar as investigações sobre as causas do acidente. "A princípio, parece ser uma colisão do tipo frontal, mas as causas dessa batida, se foi em razão de uma ultrapassagem indevida ou se excesso de velocidade, ou se alguém perdeu o controle do veículo, isso ainda não se sabe", informa o chefe de comunicação da PRF em Sergipe, inspetor Flávio Vasconcelos. O caso foi registrado em um relatório da PRF que será encaminhado à Polícia Civil. O trânsito ficou parcialmente interditado no trecho por cerca de duas horas, até a retirada dos corpos pelo Instituto Médico-Legal (IML).