Suspeito de ordenar mortes em Laranjeiras morre em confronto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 19/11/2016 às 00:21:00

Uma segunda operação do Cope (Complexo de Operações Policiais Especiais) foi confirmada ontem pela Polícia Civil e resultou na morte de dois acusados de comandar uma quadrilha de traficantes que atua em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba). Um dos mortos é o ex-presidiário Anderson Gonzaga Gomes, o‘Andinho’, apontado pela polícia como suspeito de ordenar os assassinatos ocorridos na cidade durante a semana que passou – incluindo a chacina que deixou quatro mortos na praça em frente à Prefeitura local.

O confronto aconteceu à tarde na BR-101, num trecho próximo ao Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão (Grande Aracaju), de onde Anderson tinha acabado de ser libertado. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), os policiais tentavam cumprir uma ordem de prisão contra Pablo Ruan dos Santos Gomes, irmão de ‘Andinho’, também morto no confronto. A equipe do Cope encontrou Pablo a caminho do Copemcan, onde ele foi buscar Anderson. Os agentes seguiram a dupla assim que eles deixaram o presídio, sendo informados que eles iriam encontrar um terceiro irmão, com quem planejavam matar um integrante de uma quadrilha rival em Laranjeiras.

Os suspeitos perceberam a presença dos policiais na altura do povoado Tabocas, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju) e, segundo a polícia, Andinho começou a atirar contra os agentes. Eles reagiram e balearam os dois homens, que foram levados ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde morreram. Os corpos foram enviados ao Instituto Médico-Legal (IML). O terceiro suspeito não foi encontrado. Outros detalhes do confronto e da investigação ainda serão divulgados pela SSP. (Gabriel Damásio)