FPF divulga grupos da Copa São Paulo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto



Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/11/2016 às 00:53:00

Sergipe, Itabaiana e Estanciano são os representantes sergipanos na competição nacional

 

Givaldo Batista

givaldobs@yahoo.com.br

 

A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou no início da tarde desta quinta-feira, 24, a relação dos grupos da 48ª. edição da Copa São Paulo de Futebol Junior de 2017. Sergipe terá três representantes na competição internacional, Sergipe, Itabaiana e Estanciano.

O Sergipe está no Grupo 3, ao lado do Rio Preto, Botafogo-RJ e Alecrim-RN, tendo como sede a cidade de São José do Rio Preto. O Itabaiana está no Grupo 18, com sede na cidade de Guaratinguetá ao lado de Manthiqueira-SP, Coritiba-PR e Boa Vista-RJ. Finalmente, o Estanciano está no Grupo 29, com sede em Itararé ao lado das equipes do Londrina-PR, Juventus-RS e Guaratinguetá.

Competição - O torneio terá recorde de equipes, seis substituições e convidado especial.A 48ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, maior e mais tradicional competição de base do Brasil, terá 30 sedes, 120 clubes e uma grande novidade: mais substituições permitidas durante a partida.

A Copinha, como é carinhosamente conhecida a Copa São Paulo, começará em 3 de janeiro e encerrará na grande decisão no dia 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. O torneio, vitrine e celeiro de craques é o mais democrático do país, com a participação de clubes de 26 Estados.

Dentro de campo, a principal novidade é a substituição de atletas. Cada clube poderá trocar até 6 jogadores por partida.O regulamento específico da competição prevê que cada clube faça as seis alterações em, no máximo, 3 atos. Assim, a novidade não irá aumentar o tempo total de bola parada.

Essa medida foi adotada pela FPF após conversas com profissionais de categorias de base e com o MFFB (Movimento de Formação do Futebol Brasileiro), que reúne alguns dos principais clubes do país.

Além de abrir portas para que mais jogadores sejam avaliados, a FPF levou em consideração a questão física dos atletas, já que a competição é realizada em curto espaço de tempo.O convidado estrangeiro desta edição da Copinha será o Pérolas Negras, do Haiti, país que foi castigado por um furacão neste ano. Em 2016, a passagem do Pérolas Negras pela Rua Javari, onde disputou as três partidas, encheu o estádio e aproximou os haitianos dos brasileiros.