Árvores no bairro Inácio Barbosa tornam-se Patrimônio Público de Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/11/2016 às 00:12:00

Ontem, 29, o Comitê de Arborização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) realizou o tombamento de duas espécies arbóreas no bairro Inácio Barbosa. A Mangueira e o Cajueiro são as primeiras árvores consideradas patrimônio oficial público do Município de Aracaju. Na ocasião, quatro membros do Comitê estiveram presentes: Waldson Costa (Sociedade Semear), Lauro Nogueira (Embrapa), Salete Alves (Sema) e Taciana Azevedo (Sema).

De acordo com a assessora técnica da Sema, Salete Alves, a equipe trabalhou durante todo o ano para que estas espécies se tornassem patrimônio de Aracaju. “Existe uma preocupação muito grande da Sema na questão da preservação de árvores, estas que são valiosas, tanto pelo aspecto cultural, como pelo  que representam, com sua beleza e  sombreamento que dão à cidade. Nós, do Comitê, trabalhamos para que as espécies se tornassem  valores culturais para o bairro, para o município, para a região e, fazendo isso, estamos preservando essas árvores da extinção”, ressalta.

Para o membro do Comitê e morador do Inácio Barbosa, Waldson Costa, tornar as espécies como patrimônio público de Aracaju é uma realização, tanto pessoal, como profissional. “Para mim é uma alegria muito grande, porque é uma relação de afeto que tenho com essas árvores, pois fazem parte da minha história desde a infância. Como morador do Inácio é uma felicidade muito grande, e como membro do conselho é a certeza de que não somente essa gestão como as próximas terão que manter essas árvores sadias. E isso mostra que o município está preocupado em preservar não somente uma história, mas a biodiversidade local, as espécies que se encontram aqui.”, relata.

Já para o pesquisador da Embrapa Lauro Nogueira, a importância dessas árvores é grande em razão do que ela representa para os moradores. Segundo ele, ações como essa vão trazer muitos benefícios para os aracajuanos, preservando o meio ambiente.