Produtores de queijo do sertão fecham rodovia mais uma vez

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/12/2016 às 00:43:00

Milton Alves Júnior

Proprietários e dezenas de funcionários de fábricas de queijo instaladas no interior sergipano voltaram a promover bloqueios de rodovias para protestar contra a operação fiscalizatória promovida pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual que visa fechar as fábricas por apresentarem condições insalubres de trabalho. Desta vez a interdição de via expressa ocorreu no início da manhã de ontem no trevo que interliga as cidades de Gararu, Nossa Senhora de Lourdes e Itabi.

O início das mobilizações ocorreu no dia 23 de novembro quando membros da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) fechou fabriquetas de laticínios nas intermediações dos municípios de Porto da Folha, Monte Alegre e Poço Redondo. Contando com o apoio de produtores de queijo, o movimento unificado informou que os atos públicos vão continuar por tempo indeterminado caso os estabelecimentos fechados não sejam reabertos. Na tentativa de debater o assunto e encontrar soluções para os impasses, uma reunião está prevista para ocorrer ainda na manhã de hoje.

A rodada de negociações ocorre no município de Porto da Folha. Depois de aproximadamente três horas de mobilização, apenas a garantia de debater os impasses jurídicos com promotores e advogados foi possível para que os populares desobstruíssem a via. A negociação foi realizada por intermédio da promotora Rosane Gonçalves, titular da promotoria autuada na cidade de Gararu. Mesmo com real possibilidade de as partes entrarem em consenso, os donos de fabriquetas informaram que, caso não haja avanço, as manifestações serão promovidas, porém anunciadas apenas no momento do ato. Essa medida foi tomada a fim de evitar atuação policial contra os grupos protestantes.

Por meio de nota a promotora Roseane Gonçalves informou que os manifestantes decidiram "desbloquear a via após acordo de que eles participariam de audiência marcada para quinta-feira (hoje) no município de Porto da Folha com o promotor da região. Nesta reunião, os donos de queijarias de Vaca Serrada (Porto da Folha) também estarão presentes e já se comprometeram a apresentar propostas com prazos para regularização das irregularidades". Representantes de todos os municípios devem participar do debate.