DHPP prende envolvidos em ataque a advogado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/12/2016 às 00:26:00

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) confirmou ontem a prisão de três suspeitos de envolvimento no atentado a tiros contra o advogado Antonio Mortari, ex-conselheiro seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O crime aconteceu em 4 de agosto, na Avenida Barão de Maruim (Centro), quando o carro da vítima foi atingido por mais de 10 tiros de revólver e pistola. Na ocasião, Mortari sofreu ferimentos leves.

Os acusados foram presos na tarde de ontem por agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). Não foram divulgados outros detalhes da prisão, que só serão revelados na manhã desta segunda-feira, em entrevista coletiva na sede da SSP. No entanto, já se sabe que a polícia conseguiu chegar ao mandante do crime, considerado como tentativa de homicídio. A investigação durou quatro meses