Calendário de Vacinação sofre alteração para 2017

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 08/12/2016 às 00:18:00

O Calendário Nacional de Vacinação adotado na Rede Pública pelo Ministério da Saúde terá mudanças a partir do dia 02 de janeiro de 2017. As alterações abrangem a vacina contra o HPV que, no próximo ano, irá incluir meninos com faixa etária de 12 a 13 anos, além de mulheres e homens vivendo com IST/Aids, na faixa etária de nove a 26 anos.

Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da SES, Sândala Oliveira, o objetivo da vacinação para a população masculina é prevenir os cânceres de pênis e verrugas genitais. “Além disso, por ser os responsáveis pela transmissão do vírus para suas parceiras, os homens, ao receber a vacina, colaborarão com a redução da incidência do câncer de colo de útero e de vulva nas mulheres. A atitude previne, também, casos de cânceres de boca, orofaringe, verrugas genitais em ambos os sexos”, alerta a coordenadora.

Outra novidade é que a vacina meningocócica C (conjugada) que, em 2017, será disponibilizada para ambos os sexos, na faixa etária de 12 e 13 anos de idade, considerando um reforço ou dose única. “A vacinação de adolescentes proporcionará proteção direta, impedindo o deslocamento do risco de doença para esses grupos etários. Alcançará, ainda, o desejado efeito protetor da imunidade, que amplia a proteção aos indivíduos não vacinados”, argumenta Sândala Oliveira.