Mulheres e homens se aposentam com a mesma idade em 60% dos países, segundo OCDE

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/12/2016 às 00:24:00

Líria Jade

Portal EBC

Segundo os índices de expectativa de vida, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em dezembro, a expectativa de vida ao nascer no Brasil alcançou 75 anos, 5 meses e 26 dias em 2015, aumento de 3 meses e 14 dias em relação ao ano anterior. Com relação às mulheres, a esperança de vida chega a 78 anos e 1 mês, sete anos a mais do que os homens, que pelas regras atuais da Previdência Social se aposentam cinco anos depois, aos 65 anos de idade.

Esses dados são usados como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social. Caso o Congresso Nacional aprove a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência, homens e mulheres irão se aposentar com a mesma idade. Isso porque passa a existir uma idade mínima para aposentadoria, 65 anos. Além disso, o tempo mínimo de contribuição aumentará de 15 anos para 25 anos.

De acordo com um levantamento feito em 2014 pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), homens e mulheres se aposentam com a mesma idade em mais da metade de uma lista de 51 países. Os dados mostram que 60% destas nações concedem a aposentadoria para ambos os sexos com o mesmo tempo de vida, entre pessoas que começaram a trabalhar aos 20 anos.

Entre os países que apresentam as mesmas condições para homens e mulheres pedirem a aposentadoria estão Alemanha, Islândia e Noruega. Nessas nações, a idade mínima para se aposentar é 67 anos, a mais alta. Depois estão Estados Unidos, Portugal e Irlanda, com 66 anos. Enquanto na Arábia Saudita tanto homens quanto mulheres podem se aposentar com 45 anos. Ainda entre os países que igualam a idade de aposentadoria para profissionais estão Austrália (65 anos), Bélgica (60 anos), Canadá (65 anos), Dinamarca (65 anos), Finlândia (65 anos), França (61,2 anos), Grécia (62 anos), Hungria (62,5 anos).

Em alguns países, a diferença de idade para requerer o benefício chega a cinco anos. Este é o caso do Chile, Itália, Áustria, Argentina e Rússia, onde homens se aposentam mais tarde do que mulheres. Outros como Itália, República Tcheca e Suíça apresentam uma menor diferença de idade para homens e mulheres solicitarem sua aposentadoria.