Correios intensifica entregas de presentes do Papai Noel

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/12/2016 às 00:06:00

Iniciada no último dia 9, a entrega de presentes da campanha Papai Noel dos Correios está em ritmo acelerado na capital e no interior do estado. Somente esta semana, a equipe responsável pela distribuição em Aracaju entregou mais de 500 objetos, entre material escolar, roupas, calçados, bolas, carrinhos, bonecas, bicicletas e outros brinquedos.

Na capital, as entregas estão sendo realizadas no período da tarde, diretamente às instituições de ensino, creches e abrigo, sem prejuízo à distribuição de correspondências e encomendas. Entre as escolas já contempladas estão as escolas públicas Ministro Geraldo Barreto Sobral, Olímpia Bittencourt, Alencar Cardoso, Sérgio Francisco da Silva, além do Instituto Educacional Santa Terezinha e do Centro Social Santa Terezinha.

Paralelamente à distribuição dos presentes pedidos nas cartinhas adotadas este ano, os Correios realizaram a doação de brinquedos que não puderam ser entregues na edição de 2015 da campanha, por inconsistências no endereçamento ou porque os destinatários não foram encontrados. A APAE, em Aracaju, e a Creche Almir do Picolé, em Nossa Senhora do Socorro, receberam a maior parte dos presentes.

Adoção - Durante toda a semana, o movimento no ponto de adoção tem sido intenso. Até o momento, das 9 mil cartas cadastradas, cerca de 4.800 foram adotadas. “Muitos padrinhos ainda não entregaram os presentes das cartinhas adotadas na Agência Central. Lembramos que isso deve ser feito até sexta-feira, para que possamos entregar os presentes às crianças antes do Natal”, reforça a coordenadora regional do Papai Noel dos Correios, Sônia Maria da Silva.

Além de Aracaju, crianças de outros 21 municípios sergipanas serão presenteadas, graças à solidariedade de milhares de pessoas. “Agradecemos a participação de cada padrinho. Essa campanha, que é a maior ação social dos Correios, só existe porque muita gente se dispõe e se esforça para realizar o sonho de crianças carentes e espelhar alegria no Natal”, acrescenta a coordenadora.