Chefe de quadrilha do Santa Maria morre em confronto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 22/12/2016 às 00:23:00

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) anunciou ontem a morte de Douglas Vinícius do Santos, o ‘Messi’, apontado como líder de uma quadrilha de traficantes baseada no bairro Santa Maria (zona sul de Aracaju). Segundo o órgão, ele se envolveu na manhã de ontem em uma troca de tiros com agentes da 9ª Delegacia Metropolitana (9ª DM) e soldados do Grupo Tático do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM). O confronto aconteceu no Largo da Aparecida, bairro Jabotiana, onde os policiais investigavam uma denuncia anônima que apontava o paradeiro dele.

No local indicado, os policiais civis fizeram o reconhecimento da área e apontaram o local onde se encontrava o acusado, contra o qual seria cumprido um mandado de prisão expedido pela Justiça. Ao se aproximar, a equipe foi recebida a tiros pelo foragido, iniciando-se uma troca de tiros que terminou por atingi-lo. Segundo o delegado Gilberto Guimarães, da 9ª DM, ‘Messi’ foi socorrido pelos soldados do 1º BPM e levado ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde morreu.

De acordo com a SSP, ‘Messi’ residia no Conjunto Paraíso do Sul, no Santa Maria, onde cometeu diversos assaltos e aterrorizava os moradores com ameaças, chegando a obrigar alguns moradores a saírem de suas casas, com medo de represálias. A ordem de prisão expedida contra ele, pela 3ª Vara Criminal de Aracaju, refere-se a um assalto ocorrido em 12 de agosto deste ano, quando um taxista levava uma passageira do Jabotiana até o Paraíso do Sul. Ao sair de lá, ele foi rendido e retirado do carro por três homens que dispararam tiros para o alto e fugiram levando documentos e pertences da vítima, além de R$ 380 em dinheiro. Uma moradora que viu o crime também foi ameaçada pelos marginais na ocasião.