Saúde divulga Plano de Contingência para as Operações de Final de Ano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/12/2016 às 00:25:00

Para garantir o pleno funcionamento da Rede de Urgência e Emergência durante as festividades do Natal e Réveillon, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Fundação Hospitalar (FHS) elaboraram um Plano de Contingência para as Operações de Final de Ano. A estratégia, apresentada ontem, agrega todas as unidades hospitalares da Rede Estadual, Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe), além de órgãos e instituições parceiras.

De acordo com a secretária de Estado da Saúde, Conceição Mendonça, foi montada uma equipe de resposta rápida (ERR), formada por técnicos e gestores da SES/FHS, objetivando o monitoramento em tempo real e a coordenação das portas de entrada da Rede Hospitalar e de Urgência de Sergipe. “O trabalho visa, acimade qualquer coisa, não causar desassistência à população. Por isso, montamos uma estratégia de comando e controle, conforme necessidade de cada área, e contamos com o compromisso integral de todos os envolvidos”, salientou.

Os leitos de retaguarda integrados ao Complexo Regulatório; as Unidades de Suporte Básico (USB) e Unidades de Suporte Avançado (USA) em operação no Estado; a escala dos profissionais de saúde nas portas de entrada das urgências e apoio na convocação de prováveis substitutos; as doenças de notificação compulsória (DNC), bem como as medidas de controle quando necessárias, em parceria com a vigilância epidemiológica dos municípios; tudo será monitorado a partir da estratégia montada para o Plano de Contingência.

“Saúde Pública se faz com eficiência e planejamento. Nosso sistema está organizado, com prevenção e planejamento, visando evitar a superlotação das unidades e fragilidade nas remoções, e garantindo o acesso igualitário dos usuários do SUS aos serviços oferecidos pela Nossa Rede”, enfatizou a secretária Conceição Mendonça, ressaltando a parceria de todas as unidades da Rede FHS, além dos outros órgãos e instituições do Estado. “Se trabalharmos integrados o resultado é muito mais positivo. E quem ganha com isso é a população”, complementou.

O superintendente do Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, em Itabaiana, Darcy Tavares, informa que a equipe está empenhada para que o planejamento funcione plenamente. “Estamos com praticamente toda a escala fechada, apenas com alguns detalhes pontuais. Assim como os outros Regionais, a unidade é extremamente importante para a descentralização da saúde pública, com uma taxa de transferência para Aracaju que é inferior a 1%, o que demonstra a resolutividade da equipe”, afirmou.

O mesmo acontece com o Samu 192 Sergipe. Segundo explica a superintendente do Serviço, Maria Lúcia Santos, o foco para o final do ano foi a composição das escalas, para que haja cobertura assistencial e atenção as urgências em todo o Estado. “Inclusive, protocolamos essas escalas no Ministério Público Estadual, até para uma questão de segurança, tanto para as equipes escaladas quanto para a população”, explicou.

O Plano de Contingência foi arquitetado para funcionar entre os dias 23 e 26 de dezembro (Natal) e de 30 de dezembro a 02 de janeiro (Ano Novo). O Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), o Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), o Corpo de Bombeiros, o Grupamento Tático Aéreo (GTA), a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), a Defesa Civil e os Hospitais Filantrópicos compõem as instituições parceiras nesta ação.