Comércio abre hoje até às 16h e espera aumento nas vendas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/12/2016 às 00:29:00

Até às 16h de hoje a expectativa é de grande movimento nos principais polos comerciais de Aracaju. De acordo com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) da capital sergipana, desde o último dia 18 o mercado varejista tem apresentado aumento de até 3,5% nas vendas se comparado ao mesmo período do ano passado. Em alguns setores como calçados, brinquedos e vestuário, esse aquecimento lucrativo já ultrapassa a casa dos 5% em relação a 2015. Caso o volume das vendas permaneça evolutivo, o comerciário espera concluir este período de festas com o maior lucro dos últimos três anos. O centro da cidade e o bairro 13 de Julho aparecem como as regiões mais movimentadas.

No início da noite de ontem, em entrevista concedida ao Jornal do Dia, o presidente da CDL, Breno Barreto, enalteceu a felicidade dos lojistas em analisar de forma positiva a movimentação dos clientes em busca de presentes e artigos pessoais. Para atender toda a demanda, as lojas abrem as portas às 8h e segue até o final da tarde. O cronograma geral indica fechamento às 16h, porém Breno garante que por decisão coletiva entre funcionários e gerentes, alguns estabelecermos podem seguir com o expediente até o início da noite. A Polícia Militar já informou reforço das guarnições a fim de manter a segurança dos consumidores.

"Diríamos que nas últimas semanas, mais especialmente entre quinta e sexta, o comércio está vivenciando um momento de fluxo insuportável; fluxo maravilhoso para quem deseja comprar produtos bons, com preços atrativos e com as melhores formas de pagamento. Para o vendedor essa é a esperança de vender bem e conquistar um lucro a mais do esperado. Estamos contentes com o andamento das vendas e esperamos que neste sábado não seja diferente. Quem ainda não adquiriu o presente de final de ano pode correr que ainda dá tempo", relatou.

Conforme dados apresentados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), até o próximo dia 31 de dezembro o consumidor vai desembolsar em média R$ 109,81 com cada presente. O valor representa uma queda real, já descontada a inflação acumulada do período - de 5,34% na comparação com o ano passado. Em 2014, o gasto médio por presente havia sido de R$ 125,22. Aos estudos indicam ainda que o gasto deve ser menor entre consumidores das classes C e as mulheres. A estimativa de gasto médio dos dois segmentos deve ser, respectivamente, de R$ 101,42 e R$ 84,65.

"Em todos os polos comerciais a Polícia Militar tem atuado de forma rígida e proporcionando melhores condições de compra. Com a presença efetiva dos agentes todos os sergipanos e turistas podem comprar tranquilamente. Além do centro e da 13, os bairros Siqueira Campos, Orlando Dantas e o conjunto Augusto Franco também têm contribuído para essa evolução nas vendas. Os dois shopping, como de costume, seguem ajudando intensamente nesse aquecimento econômico", pontuou Breno Barreto.

 

Funcionamento - Em acordo com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) os empresário decidiram ampliar o período de atendimento aos clientes até o dia 30. Durante este período ficou definido as seguintes alterações: desde o último dia 16 até o dia 30 o atendimento externo será das 8h às 22h. Durante os finais de semana o horário será aos sábados das 8h às 18h e aos domingos das 9h às 15h. Nos dois últimos sábados do ano - exatamente nos dias 24 e 31, o horário de funcionamento será reduzido, das 08h às 17h.

A alteração desenvolvida pelos lojistas ocorre quatro dias após a Polícia Militar de Sergipe ter iniciado a Operação Final de Ano que tem por objetivo garantir melhor segurança e tranquilidade a todos os consumidores e comerciantes. A atuação é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública e segue até o dia 15 de janeiro