Novo protocolo Samu /CIOSP vai retardar atendimento

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/01/2017 às 00:47:00

A superintendência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) informa novo fluxo de acionamento para atendimento a pacientes em cenas inseguras, como em casos de agressão física, ferimento por arma branca ou ferimento por arma de fogo.

Após acionamento do Samu, o médico regulador fará a abertura da ocorrência, seguindo o fluxo normal. No entanto, o profissional informará que o serviço de atendimento pré-hospitalar móvel apenas prestará assistência após acionamento do CIOSP, através do 190, com a devida abertura de protocolo.

Em seguida, o próprio médico regulador irá confirmar o acionamento da ocorrência em questão. Somente após essa devolutiva do CIOSP é que será encaminhada ou não a ambulância que se fizer necessária ao caso, retardando o atendimento a população

A estratégia faz parte de uma ação emergencial definida em reunião entre representantes do Comando de Policiamento do Interior e da Capital, CIOSP, Complexo Regulatório, Samu 192 Sergipe, Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) e Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O objetivo é garantir a segurança das equipes, evitando atendimentos enganosos provenientes dos trotes, para ambos os serviços.