Antônio Bittencourt X Elber Batalha

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/01/2017 às 00:15:00

Antônio Bittencourt X Elber Batalha

 

Gilson Sousa

 

Dois dos mais bem preparados parlamentares eleitos para a Câmara de Vereadores de Aracaju irão se enfrentar constantemente nos próximos anos em debates que prometem movimentar aquela Casa. De um lado, Antônio Bittencourt Júnior (PCdoB), que será o líder da bancada de governo, um socialista ideológico, professor de história bem conceituado, gestor público aprovado. Do outro, Elber Batalha Filho (PSB), líder da oposição, um operador do Direito respeitado, sangue de político na veia, e com experiência no parlamento municipal.

Os dois são estudiosos, atentos aos fatos, de trato cordial, mas podem se estranhar em tempos de política feita à base da descrença da sociedade. Irão conduzir bancadas bem distintas, sendo que a do governo promete ser bem maior entre os 24 parlamentares, o que é natural. No entanto, haverá um problema, ou não, para os dois líderes. O vereador Iran Barbosa (PT), tão ou mais preparado que eles em todos os aspectos possíveis, estará atuando na Câmara de forma independente. E isso significa um risco ou ganho consideráveis nos debates sobre projetos de leis e demais encaminhamentos.

Da legislatura passada, apenas o ex-vereador Emerson Ferreira (Rede) fará falta em termos de qualificação dos debates. Os demais que não conseguiram a reeleição apenas cumpriram seu papel, sem destaque algum. Pelo contrário, alguns foram tão negativos que acabaram estampando manchetes de páginas policiais. Mas isso passou, tomara. A Câmara de Aracaju agora precisa de um fôlego novo. Não se sabe se o vereador Nitinho Vitale (PSD), eleito presidente da Casa para os próximos dois anos, terá pulso e sabedoria para a condução certa. Espera-se que sim.

O fato é que Antônio Bittencourt Júnior e Elber Batalha Filho terão a missão de elevar, ou não, o nível de debates no parlamento municipal. Precisarão mostrar à sociedade que um vereador pode sim ajudar a fazer uma cidade melhor para todos. Serão vigiados de perto pela imprensa e pelo povo, ainda mais agora quando se sabe que receberão os maiores salários de vereadores no país, algo perto de R$ 19 mil por mês. Sentirão o peso da cobrança. E para superar isso deverão usar toda a preparação política e cultural que os cerca, uma exigência do momento.

Debates em torno da concessão de reajuste nos preços de passagem de ônibus, revisão do Plano Diretor, empréstimos tomados pelo executivo, implantação de programas sociais, dentre outros, serão bem mais proveitosos com a condução dos dois líderes. E sempre com as pitadas inteligentes de Iran Barbosa, Lucas Aribé (PSB) e alguns poucos que poderão se destacar, como Emilia Corrêa (PEN), por exemplo. Então, que se faça o bom debate. O povo de Aracaju espera muito dos seus representantes a partir de 15 de fevereiro e nenhum deles tem o direito de falhar e muito menos desmoralizar o voto obtido nas urnas.

-

 

Bittencourt

Em tempos: o líder do governo, Antônio Bittencourt Júnior (PCdoB), é graduado em História pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) em 1992. Especialista em Educação pela Universidade Tiradentes (Unit) e Mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 2003. Foi secretário de Educação de Aracaju e também secretário de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania.

 

Elber

O líder da bancada de oposição, Elber Batalha Filho (PSB), é graduado em Direito e defensor público concursado. Mestrando em Direito Constitucional, ex-vereador por dois mandatos e atual presidente do PSB de Aracaju. Foi também secretário de Estado da Cultura e do Turismo.

 

Os nomes

Para relembrar a composição da Câmara de Vereadores de Aracaju: Iran Barbosa (PT), Vinicius Porto (DEM), Lucas Aribé (PSB), Bigode do Santa Maria (PMDB), Anderson de Tuca (PRTB), Dr. Manuel Marcos (PSDB), Nitinho (PSD), Dr. Gonzaga (PMDB). Kitty Lima (REDE), Juvêncio Oliveira, (DEM),  Zezinho do Bugio (PTB), Isac (PCdoB), Pastor Alves (PRB), Evando Franca (PSD), Emília Corrêa (PEN), Elber Batalha (PSB), Seu Marcos (PHS), Jason Neto (PDT), Fábio Meireles (PPS), Palhaço Soneca (PPS), Thiaguinho Batalha (PMB), Professor Bittencourt (PCdoB), Cabo Amintas (PTB) e Américo de Deus (Rede).

 

Mais atenção

O deputado estadual Garibalde Mendonça (PMDB) acredita que os novos gestores empossados no último dia 01 terão que agir de forma diferente dos anteriores. Isso porque o posicionamento mais contundente dos órgãos fiscalizadores exige muito mais atenção com a coisa pública. “A população se deparou no ano que passou com uma imensidão de denúncias contra gestores públicos, o que causou um despertar nos cidadãos, que concluem suas interpretações no momento de suas escolhas através do voto”, disse Garibalde.

 

Sobre Edvaldo

Sobre a gestão do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) em Aracaju, o deputado Garibalde Mendonça disse que o momento inicial será turbulento, mas acredita numa administração mais equilibrada, especialmente pelo fato de Edvaldo já ter passado pela prefeitura durante um bom período. “Ele conhece com profundidade onde corrigir, como aplicar os recursos dentro das prioridades que a população necessita”, analisa.

 

Sobre 2018

Aliado do governador Jackson Barreto (PMDB) e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Garibalde Mendonça vê seu grupo político chegando com força para as eleições de 2018 em Sergipe. “Terá possibilidades concretas de eleger o sucessor para o governo de Sergipe, além de aumentar o número de representações dos partidos aliados nas casas parlamentares. E Jackson acerta em declarar que Belivaldo Chagas é a bola da vez”. Tá dito.

 

Cachês

Muitos dos artistas locais que se apresentaram no Forró Caju 2016 ainda não receberam seus cachês, de responsabilidade da Prefeitura de Aracaju. Será que a Operação Antidesmonte, que também cobrava austeridade e pontualidade nos compromissos dos gestores, viu isso?  

 

Contas bloqueadas

Se depender do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Clóvis Barbosa, as contas da Prefeitura de Aracaju não serão desbloqueadas por esses dias. Na terça-feira, 3, Clóvis determinou que permaneçam bloqueadas até o completo pagamento do 13º salário dos servidores do município. “E se até o dia 6, próxima sexta-feira, a Prefeitura não iniciar o pagamento dos salários de dezembro de 2016, novo bloqueio poderá ser determinado”, acrescentou o conselheiro, que pode decidir monocraticamente, pois janeiro é mês de recesso na Corte de Contas.

 

Contas bloqueadas I

O Pleno do Tribunal de Contas decidiu pelo bloqueio das contas de Aracaju na sessão do dia 28 de novembro passado. No dia 6 de dezembro, após a conclusão do pagamento dos salários de outubro, as contas foram desbloqueadas. Mas foram novamente bloqueadas, na última sessão plenária de 2016, na quinta-feira, 15, devido ao não pagamento integral da folha referente ao mês de novembro e a não apresentação de calendário sobre o pagamento do 13º salário e da folha de dezembro.

 

Pagamento começou

Ontem, dia 4, a Prefeitura de Aracaju comunicou que havia feito o pagamento dos servidores da Administração Indireta (Funcaju, Fundat e SMTT), estatutários da SEMICT, Contratos Temporários (Conselho Tutelar, Saúde e Semfas) e os aposentados da Administração Geral. Segundo a PMA, o prazo de conclusão da folha deste recurso será até o dia 10 de janeiro. O prefeito Edvaldo Nogueira está usando dinheiro dos recursos de repatriação para quitar essas pendências com os servidores.

 

Ministro em Aracaju

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, estará hoje em Aracaju a convite do deputado federal André Moura (PSC), líder do governo na Câmara dos Deputados. Na agenda, palestra para prefeitos, vice-prefeitos e secretários de Saúde, além de visitas aos Hospitais Cirurgia e Santa Isabel, que acontecem a partir das 15 horas. Já a partir das 17 horas, no Quality Hotel, na Atalaia, o ministro Ricardo Barros comanda o I Encontro de Gestores Públicos de Sergipe-2017. De acordo com André Moura, haverá também a liberação de recursos e assinatura de convênios, propiciando que os municípios recebam ações necessárias dentro dos programas e serviços desenvolvidos pelo ministério que beneficiem a saúde, o combate e a prevenção de doenças.

 

Itaporanga

A ex-prefeita de Itaporanga D’Ajuda, Gracinha (PMDB), perdeu a eleição de outubro, mas seu grupo conseguiu sair vitorioso na Câmara de Vereadores, pois conquistou a Mesa Diretora 2017-2018. Com sete votos a cinco, foi eleita para presidente do Legislativo, a vereadora Conceição Anchieta (PSL); para vice, Anazilda Sobral (PSB); Thiago Luduvice (PMDB), para 1º secretário, e Ricardo Pocidônio (PROS) para 2º secretário. Articularam politicamente junto com a ex-prefeita na eleição da Câmara, o ex-secretário de Meio Ambiente e candidato a vice-prefeito na chapa de Gracinha, Fausto Sobral, e o irmão da vereadora Anazilda Sobral, Ivan Sobral. Com a vitória de Conceição Anchieta, a oposição permanece fortalecida em Itaporanga D’Ajuda, que tem como prefeito Otávio Sobral (PSDB).

 

Concurso literário

O Prêmio Sesc de Literatura abre no dia 09 de janeiro as inscrições para mais uma edição. Até o dia 17 de fevereiro, os candidatos poderão concorrer nas categorias Conto e Romance. Os vencedores têm suas obras publicadas pela editora Record, com tiragem inicial de dois mil exemplares. Para participar, os candidatos deverão apresentar os originais de romances e as coletâneas de contos inéditos. O autor poderá concorrer nas duas categorias desde que tenha obras nunca publicadas em ambas, inclusive em plataforma online. O processo seletivo será realizado via internet, desde o envio de informações pessoais até a obra digitalizada. Os vencedores serão anunciados em junho de 2017. O edital completo estará disponível em www.sesc.com.br/premiosesc. Informações adicionais também podem ser obtidas pelo e-mail literatura@sesc.com.br.

 

 

 

FRASE

 

“Uma guerra política é aquela em que todos atiram pelos lábios”

 

Raymond Moley, economista político americano do século passado