Posto assaltado não abriu e carro é recuperado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/01/2017 às 00:19:00

A polícia continua investigando o assalto cometido nesta segunda-feira contra a Unidade de Saúde da Família (USF) José Machado de Souza, no bairro Santos Dumont (zona norte de Aracaju). Ao contrário do que estava previsto, ela não abriu seu atendimento ao público no dia de ontem, pois, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os funcionários da unidade permanecem abalados emocionalmente e o clima de insegurança permanece entre a comunidade do bairro. Na ocasião, os servidores estavam em horário de almoço e foram rendidos por dois criminosos armados, que roubaram seus pertences e dispararam dois tiros para intimidar as vítimas. Um deles passou de raspão pelo pé de um médico que trabalhava no posto e sofreu ferimentos leves.

Na fuga, os criminosos levaram o carro de uma enfermeira que estava de serviço. O veículo, um Renault Clio de placa OES-3272/SE, foi encontrado na tarde de ontem por policiais do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), guardado em uma garagem no bairro Coqueiral (zona norte). Ele estava coberto com um lençol e teve as placas arrancadas. Fontes policiais informaram ao JORNAL DO DIA que o local pertence ao ex-presidiário Arivaldo de Jesus, já condenado por tráfico de drogas e irmão de um dos principais suspeitos do assalto ao posto, que também já foi identificado pelos investigadores do caso. Arivaldo foi detido e levado para a 3ª Delegacia Metropolitana (3ª DM), onde foi interrogado pela suspeita de ter colaborado com o crime.

Enquanto as polícias Civil e Militar buscam pelos dois assaltantes, a SMS trabalha para garantir a reabertura do posto, que suspendeu serviços como a aplicação de vacinas, a marcação de exames e a realização de consultas. A assessoria do órgão informou que o secretário André Sotero encaminhou ontem um pedido para que a Guarda Municipal de Aracaju (GMA) coloque uma equipe para guarnecer a segurança do José Machado de Souza, o que pode acontecer a partir de hoje. Outro pedido, enviado à Secretaria da Segurança Pública (SSP), é para que o policiamento na região do Santos Dumont seja reforçado. Pela manhã, Sotero esteve no posto para conversar com os servidores e discutir medidas que venham a reduzir a violência à qual tem sido vítima aquela unidade, na pessoa de seus servidores e usuários.

 

Mais visitas – Além da USF José Machado de Souza, o secretário André Sotero esteve ontem no Hospital Municipal Fernando Franco, conjunto Augusto Franco (zona sul), unidade de urgência e emergência. Ali, ele visitou consultórios, alas infantil e adulto, sala de estabilização, farmácia e outras áreas. Do Fernando Franco, o secretário foi ao vizinho Centro de Especialidades Odontológicas, ali mesmo no Augusto Franco. Ele conversou com as equipes de trabalho, falou do seu propósito em qualificar e humanizar o atendimento de urgência e emergência e da sua disposição de melhorar as condições de trabalho de todos. (Gabriel Damásio, com SMS)