Jovem tenta matar e estuprar a irmã adotiva

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/01/2017 às 00:33:00

Uma adolescente de 17 anos foi vítima de um duplo crime durante a tarde desta terça-feira, no Conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão (Grande Aracaju). Ela foi atacada pelo próprio irmão adotivo, um rapaz de 21 anos, que tentou estuprá-la e depois lhe feriu com 14 facadas. A jovem foi socorrida e está internada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), enquanto o acusado foi entregue ontem de manhã à 6ª Delegacia Metropolitana (6ª DM). Segundo a polícia, a garota estava sozinha em casa quando o irmão adotivo chegou de bicicleta e entrou, forçando a porta com uma barra de ferro. Em seguida, ele avançou contra a irmã e passou a abusar sexualmente dela.

A vítima resistiu e entrou em luta corporal com o rapaz, mas ele estava armado com uma faca e passou a desferir os golpes, atingindo-a na cabeça, no tórax e no pescoço. Em seguida, ele fugiu. Os gritos da garota chamaram a atenção dos vizinhos, que prestaram os primeiros socorros e levaram-na ao Huse. Apesar dos locais perfurados e da hemorragia provocada, os ferimentos não foram considerados graves e a paciente foi transferida ontem para a Ala Verde Trauma do hospital. O estado de saúde dela é considerado estável, sem risco de morte.

A autoria do ataque foi revelada pela própria garota ao pai adotivo, que é policial civil. Na manhã de ontem, ele e outros filhos adotivos, que também são policiais, encontraram o acusado e decidiram entregá-lo à polícia. O caso foi inicialmente registrado na 6ª DM, mas o delegado responsável, Joel Ferreira, decidiu remeter o inquérito policial do caso ao Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), onde o acusado foi interrogado na tarde de ontem. Ele poderá ser indiciado pelos crimes de estupro e tentativa de homicídio.