Vôo da Azul pouso de emergência em Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/01/2017 às 00:35:00

Passageiros do vôo 6406, da Azul, enfrentaram momentos de pânico durante o trajeto Salvador/Aracaju, ocorrido na manhã de ontem. Conforme oficializado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), uma pane registrada em uma das turbinas da aeronave provocou fogo e perda parcial da potência. De imediato o piloto e co-piloto comandantes do translado solicitaram junto à cabine de operações do Aeroporto Santa Maria a prioridade para estacionar na pista. O pedido foi autorizado e, enquanto os tripulantes se preparavam para pouso, equipes do Corpo de Bombeiros se deslocaram para o local a fim de promover o resfriamento do avião. A Azul não informou quantos passageiros estava à bordo.

Ainda conforme informações da Infraero, o pedido de prioridade foi apresentado as 9h57 – horário local, e atendido de imediato quando todos os procedimentos do plano de emergência de rotina foram atendidos. Paralelo ao trabalho do CBM, que chegou a utilizar Líquido Gerador de Espuma (LGE), profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), também foram encaminhados para o local na perspectiva de ofertar assistência médica aos passageiros. A superintendência do Samu informou que, apesar do susto, nenhum cliente presente na aeronave necessitou ser atendido no local ou encaminhado para unidade hospitalar. O avião segue sendo monitorado por técnicos que estudam os motivos do sinistro.

A empresa prestou esclarecimentos através de nota: “A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que, o voo 6409, que partiu de Salvador para Aracaju declarou emergência ao pousar na capital do Sergipe, devido a um problema técnico na aeronave que fazia o trajeto. Os clientes foram desembarcados em segurança e a aeronave está sendo inspecionada pela equipe de manutenção da companhia. O voo 6410, que faria o trecho inverso na mesma aeronave, precisou ser cancelado e os clientes serão reacomodados em outras operações da companhia ou de empresas congêneres. A Azul informa ainda que os clientes estão recebendo toda assistência necessária, de acordo com a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”.

A Infraero informou que mesmo durante o processo de resfriamento da aeronave, desembarque dos passageiros e remoção das bagagens o aeroporto seguiu com as atividades normais. Todos os clientes que aguardavam voo 6410 já seguiram para a capital baiana conforme prometido pela Azul.