Cresce em 27,2% número de prisões em Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/01/2017 às 00:19:00

A Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (Ceacrim), ligada à Secretaria de Segurança Pública (SSP), divulgou ontem dados estatísticos referente ao número de prisões registradas no estado no ano de 2016. Por intermédio da ação conjunta das Polícias Civil e Militar no ano passado foram realizadas 2.590 detenções, um crescimento de 27,2% em relação ao mesmo período de 2015, onde o número de prisões chegou a 2.035.

De acordo com os números divulgados, estima-se que por mês, 215 homens foram detidos e encaminhados ao Departamento do Sistema Prisional (Desipe). Esses dados apontam que foram realizadas sete prisões por dia, isso equivale a uma detenção a cada três horas e meia. Ainda de acordo com a análise, em 2014 ocorreu um salto no número de prisões. Foram 1.858 ao todo, um aumento de 9,5% do ano de 2014 a 2015, isso equivale a 177 prisões a mais.

Também foi contabilizado um aumento nas apreensões de armas e drogas. Somente em 2016, por exemplo, foram cerca de 1.398 revólveres apreendidos no ano passado, 1.202 a mais que nos anos anteriores. As principais drogas como maconha, cocaína e crack estão entre as mais apreendidas. Em primeiro lugar está a maconha com cerca de mais de 1 tonelada apreendida, seguida pela cocaína com 47 quilos e crack com pouco mais de 25 quilos.

A maconha teve um aumento de apreensões significativo, foram 453,9 quilos a mais em relação ao ano de 2014, segundo o Departamento de Narcóticos. A segunda maior droga apreendida, a cocaína, apresenta um aumento de 28 quilos. Este número a deixa à frente da terceira droga mais apreendida, o crack com 18 quilos. Esses valores mostram a quantidade de apreensões em comparação aos números contabilizados no biênio 2014 a 2016.