Vigilância Sanitária faz inspeção no supermercado Makro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 25/01/2017 às 00:49:00

Atendendo a uma solicitação do Ministério Público Estadual (MPE), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenação de Vigilância Sanitária (Covisa), realizou nesta terça-feira, 24, uma inspeção no supermercado Makro, localizado na avenida Presidente Tancredo Neves, que sofreu um incêndio no dia 10 deste mês. A equipe da Vigilância averiguou as condições ambientais do local e também o destino que está sendo dado aos resíduos e ao material que não foi queimado.

Segundo Paulo Carneiro, gerente de Qualidade do Ar e do Solo da Covisa, a equipe encontrou alguns problemas no local, o que já era esperado devido ao incêndio, mas a empresa que está fazendo o serviço de demolição, segregação do material reciclado e a remediação dos passivos ambientais, foi orientada para tomar algumas providências.

 “Os moradores da região têm reclamado do mau cheiro que está saindo dos destroços do supermercado e constatamos que o odor vem da área onde ficavam as câmeras frias, que armazenavam produtos de origem animal. A empresa responsável já fez a retirada do material orgânico e está removendo as ferragens, mas é necessário retirar todo o entulho daquela área o mais rápido possível para que seja feita uma grande limpeza no local. De fato, o odor está desagradável. Por isso, passamos orientações para a empresa para que ela tome algumas providências”, conta.

Ainda de acordo com ele, a equipe também encontrou chorume no local. “Notamos que, em decorrência do trabalho da retroescavadeira, o chorume está indo para a pista, mas o chefe administrativo do supermercado disse que chegarão carretas para jogar areia em cima do chorume para ser feita a coleta e o descarte adequado”, disse.

 

Notificação - E o gerente de Alimentos e Serviços Veterinários da Covisa, Juliano Pereira, conta que a Vigilância enviará uma notificação a empresa que está fazendo os serviços no local para seja apresentado um plano de contingência.

Além disso, será entregue um relatório da inspeção ao MPE. “Enviaremos uma notificação para que a empresa acelere as providências que precisarão ser tomadas e queremos também que ela apresente o plano de contingência. E também entregaremos um relatório da inspeção ao MPE”, declara Juliano.

Área Makro 2

Os moradores da região têm reclamado do mau cheiro que está saindo dos destroços do supermercado