Edvaldo empossa Netônio Machado como procurador-geral

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/01/2017 às 00:48:00

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, nomeou, nesta quarta-feira (25), o novo procurador-geral do município, Netônio Machado, em solenidade realizada no Centro Administrativo Prefeito José Aloísio de Campos. No mesmo ato, ele anunciou o novo diretor-geral da Guarda Municipal, o subinspetor Fernando Mendonça, que tomará posse na próxima semana.

"Optei por Netônio por causa da sua inteligência, brilhantismo, competência, talento, compromisso e sua humildade. Fico muito satisfeito em ter Netônio Machado na nossa equipe. Sei que emprestará sua capacidade para nos ajudar a enfrentar as dificuldades e reconstruir a cidade", afirmou o prefeito.

Netônio Machado é desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de Sergipe. É bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Alagoas e especialista em Direito Processual Civil. Foi juiz auxiliar da presidência do TJ, foi presidente do Conselho de Coordenação dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Estado e membro e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral.

 

Colaboração de todos - Na solenidade, o gestor municipal reiterou a situação difícil da prefeitura. "Encontramos uma gestão com R$ 530,8 milhões em dívidas de curto prazo, com um nível de desorganização nunca visto na administração, mas todos da minha equipe sabem que é hora de olhar adiante, superar este momento e recuperar a qualidade de vida da nossa cidade. Sei do meu papel, mas também sei que sozinho não conseguirei avançar. Preciso contar com a colaboração de todos", ressaltou.

Ele também dedicou parte do seu discurso aos procuradores do município. "Ao talento de Netônio Machado soma-se um conjunto de procuradores, sobre os quais tenho a honra de falar, porque foi na minha gestão anterior que realizei o concurso para estes profissionais, fui eu como prefeito que enviei para a Câmara a lei construindo a carreira e o Estatuto da Procuradoria, criando corregedoria, estabelecendo os critérios técnicos para que os procuradores pudessem desenvolver a sua atividade", afirmou.

 

Honra e satisfação - Netônio Machado se disse muito "satisfeito" com o convite de Edvaldo Nogueira e ressaltou a coerência do prefeito. "É motivo de honra e satisfação. São várias razões: é um amigo de longa data, sua trajetória de vida tem coerência numa época de política saltimbanco em que se muda de partido de direita para a esquerda sem o menor receio ou compromisso ideológico", salientou.

O novo procurador ponderou que o momento atual de crise econômica, política e social pode se transformar em "oportunidade de crescimento, desenvolvimento sustentável e geração de emprego". Em relação à Procuradoria, Netônio Machado afirmou que tem consciência que encontrará profissionais "comprometidos com seus misteres e conscientes dos seus deveres, trabalhando com produtividade e disciplina à luz dos valores constitucionais sólidos e preservados por todos os Poderes".