Idosa de 75 anos morre baleada em assalto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/01/2017 às 00:15:00

Gabriel Damásio

 

A população de Tobias Barreto (Centro-Sul) está assustada e revoltada com o assalto que resultou na morte da aposentada Elsa Ribeiro de Jesus, 75 anos. Ela foi baleada por dois criminosos armados e com capacetes, que roubaram vários passageiros de um ônibus de feirantes no povoado Macacos, zona rural do município. O crime aconteceu ao início da tarde da última quinta-feira e, até o fechamento desta edição, nenhum suspeito foi preso. Segundo testemunhas, o ônibus voltava da feira livre que acontece todas as quintas-feiras no centro de Tobias, levando os feirantes e clientes até suas residências nos povoados Samambaia e Macacos.

Ao chegar ao destino final, os bandidos chegaram com uma moto Honda Fun de cor preta, bloquearam a pista, sacaram seus revólveres e subiram no veículo, anunciando o assalto. “Um desses marginais, no momento em que estava praticando o roubo, foi surpreendido por um disparo próximo ao local, de um caçador que, provavelmente ao perceber a ação criminosa, efetuou o tiro. De forma acidental, conforme as próprias testemunhas relataram, o marginal teria efetuado o disparo que veio a atingir a idosa”, conta o major Alexandro Ribeiro, comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM).

Os criminosos teriam se assustado com o tiro na vítima, que não tinha reagido ao assalto, e fugiram em seguida, montando na moto e levando vários pertences dos feirantes, como dinheiro, celulares e outros objetos. Elsa chegou a ser socorrida pelos colegas e o motorista do ônibus, que é sobrinho da aposentada, chegou a levá-la ao pronto-socorro da cidade, mas ela não resistiu ao ferimento. Enviado ao Instituto Médico-Legal (IML), em Aracaju, o corpo da vítima foi liberado apenas na madrugada de ontem e enterrado ao fim da tarde em um cemitério de Tobias.

Soldados do 11º BPM foram imediatamente avisados do crime, e logo iniciaram as buscas por toda a região. No entanto, segundo Alexandro, as buscas foram um pouco prejudicadas pela disposição geográfica de Tobias Barreto, município com 58 povoados distantes entre si e, em sua maioria, de difícil acesso. “Infelizmente, esse crime aconteceu em uma área bastante isolada, uma área rural. Embora a gente já faça esse policiamento ostensivo na área rural e tenha um planejamento para cobrir toda essa área territorial, mas infelizmente existem esses fatos que acontece, a criminalidade está em todo o local. O que a polícia tem que fazer é dar resposta à sociedade e trabalhar para prender esses marginais”, disse o major.

O condutor do ônibus disse em emissoras de rádio de Tobias que o veículo já tinha sido roubado outras quatro vezes, mas o major Ribeiro disse que estas ocorrências não chegaram ao conhecimento da polícia local, pois o proprietário não teria prestado os respectivos boletins de ocorrência.  “Segundo a informação dele, ele teria a procurado a Delegacia uma única vez. O que acontece, muitas vezes, é que ocorre o fato delituoso e as pessoas não comparecem aos órgãos de segurança para prestar essa informação. É baseado nestas informações, nestas queixas, nós podemos refazer um planejamento para reforçar o policiamento nos povoados da zona rural que tenha uma maior incidência de crimes”, orientou.

O comandante confirmou que as diligencias da PM e de agentes da Delegacia de Tobias Barreto continuaram ao longo da noite-madrugada, bem como por todo o dia de ontem. A polícia acredita que a dupla de assaltantes seja conhecida na região e atuante na prática de outros assaltos à mão armada. Quem tiver qualquer informação que possa ajudar a polícia a localizar os criminosos deve entrar em contato com o Disque-Denúncia (181), ou a própria Polícia Militar (190). A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.