Tomógrafos do Huse estão quebrados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/02/2017 às 00:59:00

As três máquinas de tomografia existentes no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) permanecem indisponíveis para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme denúncias apresentadas ao Jornal do Dia, desde o ano passado todos os procedimentos tomógrafos estão sendo realizados em outras unidades de saúde gerenciadas pelo Governo de Sergipe em virtude dos problemas técnicos e operacionais apresentados pelo maior hospital público do estado. As informações foram confirmadas na tarde de ontem pela assessoria de comunicada do Huse, a qual garantiu reparo dos aparelhos ainda nos próximos dias.

Preocupada com a situação que prejudica a saúde de centenas de sergipanos, a direção geral da unidade garantiu que todos problemas estão sendo resolvidos, mas para isso é necessário aguardar a entrega das peças danificadas. Das três máquinas, uma apresenta problemas no tubo de imagem; a segunda registra inviabilidade funcional devido a climatização não propicia no ambiente; e a terceira passa por manutenção; esta última aguarda a entrega de peças, as quais já foram adquiridas e está a caminho de Sergipe. Na tentativa de agilizar o serviço, técnicos já estão cientes da demanda e aguardam a entrega para promover o reparo.

Entre as unidades parceiras do Huse durante este período de instabilidade no setor de tomografia está o Hospital Universitário - administrado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS); o Centro de Medicina Integrada de Sergipe (Cemise); e a unidade de saúde Gabriel Soares. Segundo esclarecimento apresentado pela jornalista Katiane Menezes, a superintendência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já tem conhecimento de que, em casos de urgência, todos os pacientes necessitam primeiramente serem encaminhados para uma dessas unidades para em seguida serem transferidos para o Huse. (Milton Alves Júnior)