Conselheiro e secretário da Fazenda debatem situação financeira de Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/02/2017 às 07:34:00

A solução definida pela Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) para pagar os salários do mês de dezembro - ainda em atraso - foi tema da reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira, 8, entre o conselheiro Ulices Andrade e o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos, no Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE).

Responsável pela área de controle e inspeção da qual faz parte a administração da capital, o conselheiro recebeu o gestor em seu gabinete após tomar conhecimento da insatisfação de sindicalistas contrários às duas opções colocadas para quitar a pendência: em 12 parcelas ou por meio de empréstimo solicitado pelo servidor ao banco, mas que será pago pela Prefeitura.

"O secretário veio nos passar a realidade e os problemas que tem enfrentado neste início de gestão; o que queremos é um entendimento com os servidores, de modo que não inviabilize a Prefeitura, que precisa ter os postos de saúde funcionando, a coleta de lixo, e mais uma série de outros serviços fundamentais para a população", destacou o conselheiro.

Após o encontro Ulices Andrade afirmou que irá repassar a situação para os demais conselheiros a fim de que tomem conhecimento e haja um posicionamento de forma conjunta sobre a matéria. "O que ouvimos é que o município está enfrentando esse problema já no primeiro mês da administração para evitar que se alastre mais à frente".