Confiança vence e volta à liderança

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/02/2017 às 00:16:00

Rafael foi autor do único gol da partida. O meia já caiu nas graças da torcida proletária

 

O meia Rafael Vila já pode ser considerado como a melhor contratação do Confiança para a atual temporada. O atleta já está adaptado ao ambiente proletário e começa as ganhar espaço no meio da torcida, abrindo caminho para ser um grande ídolo. Ele foi autor do gol da vitória de domingo contra o Sergipe, seu ex-clube e nesta quinta-feira 23, na cidade de Frei Paulo, foi o autor do único gol, que garantiu a vitória proletária contra o Frei Paulistano.

A difícil vitória recoloca o Confiança na liderança da primeira fase do Sergipão GBarbosa 2017, agora somando 17 pontos, ao lado do Itabaiana. O Sergipe vem na terceira colocação com 14 pontos.

O time azulino só volta a jogar pelo estadual no dia 1º de março contra o Amadense, às 20h15, em Aracaju. E o Frei Paulistano, que subiu duas posições apesar da derrota, agora é o quarto colocado e vai enfrentar o Lagarto no mesmo dia e horário, no estádio municipal de Frei Paulo.  

 

Jogo difícil – Mesmo jogando fora de casa com uma equipe qualificada como o Frei Paulistano, que a cada dia sobe na tabela de classificação, o Confiança soube impor o seu ritmo de jogo e partiu para cima do adversário, criando oportunidades de gols. Nessa fase do jogo, o goleiro Manga, do Frei Paulistano era o destaque da partida, defendendo muitas bolas. Uma delas aos 12 minutos, um chute perigoso de Thiago Silvy.

Mas ainda no primeiro tempo, Manga não pode evitar o gol proletário. Aos 16 minutos, Rafael recebeu passe de Silvy dentro da área a chutou Forte para fazer o primeiro e único gol proletário na partida.

O único lance do Frei Paulistano que assustou a torcida azulina foi quando os donos da casa pediram pênalti de Radar em Márcio Telê, mas o árbitro nada marcou. Com isso a primeira etapa terminou: 1x0 para o Confiança.  

No segundo tempo, o Frei Paulistano acordou. Logo aos sete minutos, Renato chutou a gol e Henrique espalmou. No rebote Márcio Telê tentou aproveitar, mas foi marcado impedimento. O Confiança só veio aparecer no jogo aos 17 minutos, quando Jailton arriscou de fora da área. Até os 24 primeiros minutos, os donos da casa tiveram algumas chances, mas não foram eficientes. Aos 25, Everton Santos por pouco não ampliou o placar. Ele acertou a bola no travessão.