Bandidos roubam R$ 1 mi em mercadorias de distribuidora

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/03/2017 às 00:25:00

Gabriel Damásio

 

A polícia investiga o assalto ocorrido durante a madrugada de sábado na empresa Megga Distribuidora, no Distrito Industrial de Propriá (Baixo São Francisco). Segundo as primeiras informações, o local foi invadido por 10 homens encapuzados e fortemente armados. Eles chegaram ao final da noite, arrombaram a entrada dos fundos do galpão e renderam todos os funcionários que trabalhavam naquele horário.

Todos os reféns foram ameaçados de morte e obrigados a carregar um caminhão da firma colocando principalmente bebidas, carne-seca e mercadorias de alto valor. Os criminosos também conseguiram recolher dinheiro, equipamentos da empresa e pertences dos empregados. Em seguida, os bandidos amarraram os reféns e fugiram com o caminhão, mas apenas um deles ficou na firma, armado e vigiando as vítimas. Ele só deixou o galpão por volta das 4h de sábado e, em seguida, os funcionários se desamarraram e avisaram do assalto à Polícia Militar.

O caminhão da distribuidora foi encontrado no começo da manhã em uma estrada de terra na zona rural de Malhada dos Bois, perto de um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Já a carga, avaliada em cerca de R$ 1 milhão, não foi encontrada. Equipes da PM e da PRF fizeram buscas em toda a região durante a manhã, mas nenhum dos ladrões foi preso até o fechamento desta edição. A Delegacia Regional de Propriá já começou a investigar o caso.

 

Marteladas – Na capital, um dos casos que mais chamaram atenção foi o assalto contra um taxista que foi abordado no Centro. Ele contou que foi rendido por uma mulher e dois homens, que entraram no carro como passageiros, mas anunciaram o assalto e começaram a dar golpes de martelo contra ele. Em seguida, o condutor foi jogado para fora do veículo, enquanto os bandidos fugiram. O táxi só foi encontrado no começo da manhã, durante buscas da polícia no Conjunto Almirante Tamandaré, no Bugio (zona oeste). O caso foi registrado na Delegacia Plantonista Norte. O taxista sofreu ferimentos leves.