Governo busca soluções para o loteamento Nova Liberdade III

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 08/03/2017 às 00:27:00

Cumprindo o acerto com a comunidade do loteamento Nova Liberdade III, de reunir os representantes da localidade logo após o carnaval, o vice-governador, Belivaldo Chagas, continuou as tratativas do processo de reintegração de posse do terreno, atualmente ocupado na BR-235, saída de Aracaju, movido judicialmente por um grupo empresarial do estado.

Segundo o vice-governador, uma outra reunião será marcada em breve, em função de novas informações solicitadas nesta última segunda-feira, 06, como, por exemplo, o tamanho real da área que pertence à iniciativa privada e uma avaliação da área ocupada. “A partir daí, buscaremos atender a determinação do governador Jackson Barreto, que é de encontrar uma solução para esse impasse. Afinal de contas, são mais de 800 famílias que residem naquela localidade”, afirmou.

Belivaldo também informou que algumas possibilidades já foram consideradas, como a desapropriação da área pertencente ao grupo empresarial, ou a permuta de um outro terreno pertencente ao estado para garantir a permanência daquelas famílias no Loteamento Nova Liberdade III. “Mas tudo dependerá desses dados que serão levantados e debatidos durante o próximo encontro. Resolvida essa questão, teremos a possibilidade de planejar as obras de infraestrutura e criação de um novo bairro, reforçando assim o compromisso do Governo do Estado, de sempre dialogar e de tentar encontrar a melhor solução possível para casos como esse”, ponderou.

Para o advogado que representa a Associação dos Moradores do Nova Liberdade III, Edicláudio Santana, o governo tem se mostrado bastante parceiro e tem, na medida do possível, dado todo suporte. “Contamos com essa parceria para que, juntamente com o Governo do Estado, possamos entrar em consenso com a empresa proprietária desse terreno, para que ela possa conceder a área às famílias que já estão ali. Vamos buscar e verificar essas demandas que envolvem todas as questões da comunidade Nova Liberdade III e, em conversa com o vice-governador, já verificamos algumas questões a serem solucionadas para que possamos acomodar a comunidade, resolvendo a questão da melhor maneira”, declarou.