Municípios do Alto Sertão recebem operação carro-pipa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 14/03/2017 às 00:34:00

A Operação Pipa estadual resulta de um investimento mensal de R$ 418 mil e beneficia 160 mil habitantes dos municípios de Gararu, Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre e Carira

Por determinação do governador Jackson Barreto, a operação teve início ontem em sete municípios do Alto Sertão; Gararu, Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre e Carira, beneficiando uma população de 160 mil habitantes.

A ação é fruto da reunião realizada no último dia 23, pelo governador Jackson Barreto, na qual foi anunciado um plano integrado de ações de combate à seca com foco nos municípios do Alto Sertão. O plano inclui, ainda, aquisição e distribuição de material forrageiro, implantação de dessalinizadores, perfuração de poços, recuperação e implantação de barragens e linhas de crédito emergenciais.

“Nós lutamos muito. Fomos à Brasília pedir a ampliação do abastecimento de água. Como essa ampliação não chegou, o governo do Estado tomou a iniciativa de auxiliar os municípios mais atingidos. Gararu, Porto da Folha, Poço Redondo, Canindé, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre e Carira. Numa segunda etapa, atenderemos os demais municípios que sofrem com a estiagem. Nesses sete municípios, levaremos 38 caminhões-pipa, que ampliarão a oferta de água para atender as necessidades dessa população. É um esforço muito grande do Estado, são recursos do tesouro estadual, que colocamos para ajudar nosso povo, cuidar da nossa gente e minorar o sofrimento com a seca”, declarou o governador.

 

Operação Pipa - A Operação Pipa é realizada pelo Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) da Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanso (Seidh). Na última sexta-feira, sábado e domingo os tickets para distribuição de água foram entregues às comunidades atingidas. “São os municípios em situação mais crítica, aqueles mais afetados pela seca. Em sua maioria, ficam localizados no Alto Sertão, e pertencem à nossa bacia leiteira”, detalha o diretor da Defesa Civil, Coronel Erivaldo Mendes.

Para o secretário de Inclusão Social, José Sobral, essa é uma das formas da gestão estadual se mobilizar para minimizar o sofrimento da população sertaneja nesse longo período de estiagem. “Sergipe vive o sétimo ano consecutivo de chuvas abaixo da média, o que – entre outras coisas – impede o armazenamento de água para dessedentação animal. O leite nessa região é fonte de renda, é sobrevivência, é fixação do homem na terra. E a bacia leiteira sergipana tem importância fundamental também para a nossa economia”, pontua.