Circuito Open BB começa em Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Pela primeira vez a sergipana Duda Lisboa se apresenta em Aracaju ao lado da Medalhista Agatha Bednarczuk. Foto: Divulgação
Pela primeira vez a sergipana Duda Lisboa se apresenta em Aracaju ao lado da Medalhista Agatha Bednarczuk. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/03/2017 às 00:58:00

Givaldo Batista - givaldobs@yahoo.com.br


Foi dado o saque inicial em Aracaju, para uma semana de muito vôlei de praia. Antes do início do Circuito Brasileiro Open, o Circuito Banco do Brasil Nacional 2016/2017 começou nesta terça-feira, 14, com a disputa do qualificatório. Destaque para Álvaro Andrade e Raul (SE), dupla da casa que conseguiu vitórias e vaga na fase de grupos do torneio.

Mas festa mesmo só a partir da sexta-feira 17, quando terá início propriamente dito o circuito. Nele duas duplas chama atenção. Nelas constam nomes de duas sergipanas, que tentam mostrar tudo o que sabem em sua terra, próxima aos conterrâneos.

Fenômeno do Vôlei de Praia mundial, a sergipana Duda Lisboa, pela primeira vez se apresentará em Aracaju, depois que passou a formar dupla com a medalhista olímpica Ágatha Bednarczuk. A outra sergipana em destaque é Tainá Bigi, que forma dupla com Vitória do Mato Grosso do Sul.

Duda estreou parceria com a medalhista olímpica Ágatha em janeiro deste ano, e os resultados aparecem com velocidade. Em três etapas, três finais e um título, mesmo com pouco tempo de treinamento. Ela se mostra muito feliz por jogar em seu território. Duda, única tricampeã mundial Sub-19 da história, quer aproveitar a etapa e a torcida para se divertir e atuar com alegria.

- Estou muito feliz por atuar em casa, chegamos no começo desta semana para treinar no CT da minha mãe (a auxiliar técnica da dupla, Cida Lisboa) e pude rever familiares e amigos. É uma energia que recebo, algo muito bom. Acredito que vamos ter uma torcida muito bacana a nosso favor. Não quero colocar pressão por resultado, apenas curtir o momento. Após a etapa de estreia, em João Pessoa, tivemos já uma etapa do Circuito Mundial. Agora tivemos um intervalo maior, mais tempo para trabalhar, ajustar a bola, saber como cada uma prefere o levantamento. Essas correções são importantes, vão aumentando o entrosamento. Ágatha me auxilia muito com a experiência e a postura dela dentro de quadra, disse Duda, que comemorou ter tido um período maior de treinamentos, avaliou Duda.

Outra grande promessa sergipana também terá torcida local. Tainá, campeã brasileira e mundial Sub-19 junto de Duda, também terá incentivo das arquibancadas. A entrada no torneio é franca.

Vejam as duplas femininas que estarão brigando pelo título em Aracaju: Larissa/Talita (PA/AL), Ágatha/Duda (PR/SE), Taiana/Elize Maia (CE/ES), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Juliana/Carol Solberg (CE/RJ),Bárbara Seixas/Fernanda Berti (RJ), Lili/Josi (ES/SC), Val/Ângela (RJ/DF),  Tainá/Victoria (SE/MS), Carol Horta/Maria Elisa (CE/PE), Andrezza/Vivian (AM/PA)Amanda/Fernanda Nunes (RJ), Renata/Thati (RJ/PB), Rafaela/Flávia (PA/RJ), Semírames/Luiza Amélia (SP/CE) e Andressa/Maria Clara (PB/RJ).

Entre os homens a disputa será entre Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Guto/Pedro Solberg (RJ), André Stein/Evandro (RJ), George/Thiago (PB/SC) ,Hevaldo/Oscar (CE/RJ),  Jô/Vitor Felipe (PB),  Léo Gomes/Ferramenta (RJ), Eduardo Davi/Arthur Lanci (PR), Benjamin/Moisés (MS/BA), Pedro Henrique/Felipe Cavazin (PB/PR), Márcio Gaudiê/Jeremy (RJ), Gilmário/Bernardo Lima (PB/CE)Bruno/Fernandão (AM/ES)Marcus/Allison Francioni (RJ/SC) e Vinícius/Marcus Borlini (ES).

Com se vê, pelas relações acima, aqui estarão os maiores nomes do vôlei de praia mundial, muitos deles medalhistas olímpicos, o que transforma a competição no maior evento do vôlei de praia, já realizada em Aracaju.