Volante do Frei paulistano é destaque no Sergipão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 23/03/2017 às 00:41:00

Givaldo Batista - givaldobs@yahoo.com.br


Sem sombra de dúvidas, o volante Vítor Garcia, vem sendo um dos destaques da equipe do Frei Paulistano no Campeonato Sergipano da Série A1. Vitor Garcia, tem 23 anos, 1,84m, é natural de Salgado/SE, mas teve toda sua base feita no futebol baiano, nas equipes do Galícia e Vitória. O atleta já teve passagem pela Ponte Preta/SP.

No início do Estadual, o volante Vitor Garcia não fez sua estreia, motivado por um pequeno impasse na sua regularização, fato que deixava o atleta preocupado e ansioso para estrear pelo Frei Paulistano. Treinou como titular em algumas ocasiões, mas quando chegava a hora da escala, nada.

Foi quando o experiente técnico Edmilson Santos, assumiu o comando do Touro do Agreste, que tudo começou a clarear para o jovem. Após sua regularização, não demorou muito para Vitor Garcia segurar a camisa 5 do Touro do Agreste e sequenciar na escala titular.

Forte na marcação e com um futebol clássico, teve como obrigação no jogo contra o Confiança, na estreia do Hexagonal Semifinal, de marcar o meia Everton Santos, que nada conseguiu fazer motivado pela marcação serrada do jovem volante, seguindo à risca a determinação do treinador. O encontro terminou empatado, 1 a 1. O atleta continua pontuando na visão de quem analisa o futebol, como o radialista e comentarista da TV Atalaia Rivaldo Sobral, na partida contra o Itabaiana, no último sábado.

Trajetória - Tudo começou quando Vitor Garcia tinha 14 anos e foi descoberto em uma peneira, pelo quadro do Galícia. Em seguida foi para o Vitória, clube que teve oportunidade de ampliar seus conhecimentos técnicos e táticos, inclusive participando em competição internacional.

Com 17, o salgadense do povoado São Bento, teve sua base contratual negociada com o Fluminense de Feira de Santana. Não demorou muito e logo vestiu a camisa da Ponte Preta/SP, sendo que, seu último clube foi o Quirinópolis/GO.