Fecomércio leva doações de água para o sertão sergipano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/03/2017 às 00:32:00

Em uma grande ação, a equipe do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac de Sergipe levou mais de 100 mil litros de água para o benefício de 4 mil famílias nas regiões mais afetadas pela seca no sertão sergipano, resultado da arrecadação da campanha “Água Pra Viver”, desenvolvida pela entidade, com foco na doação de água para o povo sertanejo de três cidades do estado.

A equipe saiu com o carregamento de água para ser levada ao público beneficiado na madrugada de domingo (26), com oito caminhões de grande porte e mais de 60 voluntários que ajudaram na distribuição da água arrecadada. As cidades de Gararu, Porto da Folha e Poço Redondo receberam as doações, levadas a oito povoados dos municípios do alto sertão.

Em um cenário marcado pela vegetação devastada pela força do sol, que destruiu plantações, pastagens e árvores completamente secas sobre o chão de terra rachada, mostrando o que o povo sertanejo está sofrendo com a ausência de água, o comboio da Fecomércio avançou, chegando nas localidades beneficiadas pelas doações da campanha. Na primeira parada, no povoado Queimada Grande em Poço Redondo, centenas de pessoas esperavam a chegada dos caminhões com as doações de água. Alegria e emoção tomaram conta do local, quando os caminhões lotados de água foram abertos para a entrega das doações. As famílias receberam até 70 litros de água mineral, de acordo com o número de pessoas habitantes de cada casa.

Para a trabalhadora rural Esmeralda Gomes, moradora do povoado Monte Alegre Velho, a doação veio num momento oportuno, em virtude da completa ausência de água para consumo humano na região. “Essa água abençoada chegou na hora em que mais precisamos. A gente aqui está bebendo a mesma água que damos para os animais, porque não temos fornecimento de água, e ela só chega por causa dos carros-pipa que trazem, mas ficamos semanas sem água boa pra beber. Não chove, não temos água. Aí temos que buscar água no rio, quase uma légua de distância. Essa água é bem-vinda e Deus abençoe quem mandou a água pra gente, através de vocês da Fecomércio”, disse a agricultora, levando a água que recebem em uma pequena carroça puxada por um burro.

A água distribuída pela Fecomércio foi entregue nos povoados Serra da Piedade, Ranchinho, Pedro Leão e São Francisco, em Porto da Folha, Queimada Grande e Monte Alegre Velho, em Poço Redondo e Jiboia e Pias, em Gararu. Em todas as localidades, o cenário de desolação era o mesmo, com a situação de seca deixando famílias inteiras sem água pra beber durante vários dias, como disse a lavradora Ana Cláudia dos Santos, moradora de Porto da Folha.

Um dos objetivos da parceria é aproximar os empresários das instituições financeiras. Uma pesquisa do Sebrae com 6.886 empreendedores de todo o país mostrou que em 2016, 83% dos pequenos negócios não recorreram a empréstimos bancários, um número quase 10% maior do que em 2015.