Prefeitura de Aracaju trabalha para solucionar alagamentos na Treze de Julho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/03/2017 às 00:40:00

Nos últimos anos, os moradores do Bairro Treze de Julho têm sofrido com a intensificação de alagamentos na região, principalmente no mês de março, um período no qual o fenômeno da maré apresenta seus picos de cheia. Esse caso se caracteriza como um problema histórico da região, que tem entre suas principais causas: a influência dos picos de maré alta, a intensa ocupação do solo e a deficiência da capacidade de escoamento do atual sistema de drenagem do local, logo, as águas acabam transbordando através das bocas de lobo e canais abertos.

 O nível da maré, que intensificou os alagamentos destes últimos dias, variou entre 2,2 e 2,3 metros, com previsão de chegar até 2,4 metros. De acordo com o secretário do Meio Ambiente de Aracaju, Cesar Viana, a Prefeitura de Aracaju está trabalhando na adoção de medidas para solucionar esta situação. “A problemática dos alagamentos da Treze de Julho é do conhecimento e preocupação do prefeito. É um problema histórico. Por isso, a estamos reunindo esforços e planejando ações de natureza técnica e estrutural a serem adotadas. Até o momento alguns paliativos já foram realizados. A Emurb já realizou em fevereiro a dragagem da boca do canal e já minimizou o odor da região e o escoamento deste canal”, declara o secretário.

 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) planeja a contratação de estudo especializado para área, como forma de apresentar uma solução técnica para o problema. “Outro alternativa adotada pela Sema será fiscalizar e licenciar todos os prédios daquela localidade quanto ao seu sistema de esgotamento sanitário”, alerta o secretário Cesar Viana.

 Segundo o coordenador geral da Defesa Civil de Aracaju, Gilvan Mateus, o que mais vem preocupando é uma possível ocorrência de chuvas no período de maré alta, visto que não teria possibilidade de escoamento das águas pluviais nestas condições de marés, e os alagamentos seriam severamente agravados.