Privatização

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/03/2017 às 00:48:00

A privatização da Deso foi tema debatido pelo deputado estadual Georgeo Passos (PTC), na sessão plenária desta quarta-feira, 29. Segundo o parlamentar, o assunto não é mencionado pelo Governo, porém, o processo para a venda da companhia anda a todo vapor.  “Um processo que está oculto, mas que segue em ritmo acelerado”, afirmou. Georgeo mostrou que apesar do Executivo cancelar o edital da Agrese, que iniciaria o procedimento de venda da empresa, o processo dentro do BNDES, que ficou responsável pela elaboração dos projetos preliminares, já está em estágio avançado. “Esse processo não começou ontem – desde 2011 que já há tratativas para esse levantamento. Em 2013, a Fundação Getúlio Vargas foi contratada para fazer uma avaliação, estudo que indicou que uma das soluções são as parcerias público-privadas, culminando em um edital para a contratação de projetos neste sentido”, revelou Georgeo. Em seu discurso, o deputado mostrou ainda que no último dia 21 de março, foi realizada pelo BNDES, a sessão pública do Pregão Eletrônico nº 19/2017, que recebeu as propostas para realização dos referidos projetos, tendo o consórcio liderado Machado, Meyer, Sedacz e Opice – Advogados, incluindo as sociedades Pinheiro, Mourão, Raso e Araújo Filho – Advogados, L.C.A. Consultores S.S., Núcleo de Gestão de Infraestrutura e Engenharia e Serviços LTDA. e Dórea Mattos Engenharia LTDA., oferecido a melhor proposta, de R$ 15.155.569,57. Esse levantamento deverá embasar uma possível privatização. “Oras: se o Governo não quer vender o órgão, para que tantos estudos?”, questionou. Georgeo criticou que isso esteja acontecendo sem o devido debate e pediu para que todos ficassem atentos. “O Estado deveria discutir isso com a Assembleia e também com os municípios, que são os titulares deste serviço. Mas o Governo prefere ignorar a tudo e a todos e o processo segue acelerado. Informamos aos funcionários da Deso que fiquem atentos, pois a privatização está andando”, alertou o deputado.

 

-

Educação Permanente 1

 

Nos últimos anos, a população de Riachuelo vem conhecendo um novo padrão de qualidade na saúde pública. A administração em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde está realizando cursos de capacitação para os profissionais da saúde. Na manhã de hoje, 29, os agentes de saúde participaram do curso de capacitação sobre os primeiros socorros. Uma proposta de qualificação que possui como ênfase os processos de cuidado na parada cardiorrespiratória e a técnica de ressucitação cardioPulmonar. A ação faz parte do projeto Educação Permanente no município.

-

Educação Permanente 2

 

A atividade busca aperfeiçoar as técnicas de atendimento desses profissionais na rotina diária de suas atividades, atualizando os novos métodos de primeiros socorros, com aulas teóricas e práticas, ministradas pela enfermeira Maysa.

Durante o treinamento, os profissionais atualizam seus conhecimentos sobre os primeiros procedimentos que devem ser adotados no atendimento às vítimas, como imobilização, os equipamentos adequados de acordo com cada ocorrência, os cuidados necessários na hora da remoção da vítima, dentre outros.

-

Liberação de Recursos

 

O deputado federal Fábio Reis esteve nesta quinta-feira, 30, no ministério do Planejamento, ao lado do líder do Congresso, André Moura. A pedido do governador Jackson Barreto, o parlamentar solicitou ao ministro Dyogo Oliveira a liberação de recursos para duas grandes obras: o viaduto que ligará Tancredo Neves a Coroa do Meio, em Aracaju, e a construção da sede da Justiça Federal em Lagarto. Segundo Fábio, em Aracaju, haverá uma das maiores obras de mobilidade urbana dos últimos tempos, com uma melhoria substancial do fluxo do trânsito na capital sergipana. Em Lagarto, a Justiça estará mais perto da população e poderá oferecer serviço de melhor qualidade.