Judocas da Escola Professor Kardec ganham medalhas no Judô

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Judocas da Escola de Esportes Professor Kardec se destacam em competição promovida pelo Módulo. Foto: GBatista
Judocas da Escola de Esportes Professor Kardec se destacam em competição promovida pelo Módulo. Foto: GBatista

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 31/03/2017 às 00:56:00

Alunos da Escola Professor Kardec, do Santa Maria participaram de uma competição de Judô, promovida pelo colégio Módulo e conquistaram muitas medalhas, ficando com a sexta colocação geral da competição, que teve mais de 20 equipes na disputa.

Segundo o técnico Neidson Mangueira, o professor Batatinha, foram três medalhas de ouro, com os alunos Tayslane Meneses, Marcos Félix e Adriel Barbosa. Duas de prata com Evelyn Catarina e Alex Dener. E finalmente, cinco de bronze com Rickrenner Antônio, Natália Lima, Ítalo Veloso, Luís Isaque e Julia Gabriel.

O judoca Adriel Barbosa, portador de deficiência visual compete com atletas normais e mesmo assim, consegue muitas conquistas. “Eu luto pelo reflexo. Treino bastante com o professor Batatinha. Ele me ensina as técnicas necessárias, a forma de atacar, de defender e coloco em pratica no tatame, mesmo contra atletas normais. A prova do sucesso são essas medalhas que carrego no peito”, comemora Adriel Barbosa.  

Para o secretário Antônio Hora, esse tipo de conquista oferece uma bagagem muito grande na formação da cidadania desses jovens. “E, quando a gente vê esses jovens orgulhosos, com as medalhas no peito nos dão um ânimo muito grande, nos motiva a continuar esse trabalho nas escolas de esportes. Temos consciência da responsabilidade de buscar os meios, para que ações como essas possam sempre estar em evidencia”, lembrou o secretário.

As Escolas de Esporte são o retrato vivo da inclusão dos nossos jovens e crianças na sociedade, através do esporte. “Vale lembrar, que o governador Jackson Barreto está priorizando o aspecto social. Ele quer que as ações da Secretaria de Esporte, possam buscar o resgate social da nossa juventude, das nossas crianças em áreas de vulnerabilidade social. Isso é uma determinação do governo”, concluiu o secretário.