FSF e Unit querem clássico com torcidas reunidas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Reunião na Unit coordenada pelo magnífico reitor Jouberto Uchoa, propõe clássico da paz com união entre as torcidas do Sergipe e do Confiança. Foto: Divulgação
Reunião na Unit coordenada pelo magnífico reitor Jouberto Uchoa, propõe clássico da paz com união entre as torcidas do Sergipe e do Confiança. Foto: Divulgação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/04/2017 às 00:17:00

Givaldo Batista - givaldobs@yahoo.com.br


Um estádio de futebol sem violência nas arquibancadas. Um clássico entre Sergipe e Confiança com as torcidas reunidas na mesma arquibancada, cores misturadas, todos vibrando pelas suas equipes, mas sem violência, sem os bordões pornográficos. Um clássico em que a família possa comparecer, sem correr o risco de sofrer qualquer tipo de ameaça ou agressão, nem mesmo a verbal.

Esse é o sonho de todo torcedor de bem, de todos aqueles que gostam do futebol por amor ao seu clube, mas que abominam a violência nas praças de esportes. Esse sonho está prestes a se tornar realidade. Pelo   menos foi a proposta lançada na tarde desta sexta-feira, 31, em reunião no auditório da Unit no Campus Farolândia.

A reunião fruto de uma parceria entre a Federação Sergipana de Futebol (FSF) e a Universidade Tiradentes (Unit), contou com as presenças de dirigentes de Sergipe e Confiança, dirigentes da FSF, membros de torcidas organizadas de ambos os clubes e foi coordenada pelo Magnifico Reitor Jouberto Uchôa.

Na oportunidade, ficou definido que nos próximos dias as duas equipes podem realizar o maior clássico do futebol sergipano com torcedores de Sergipe e Confiança ocupando o mesmo espaço nas arquibancadas. Isso já aconteceu no futebol gaúcho, entre as torcidas do Grêmio Portoalegrense e do Internacional, que representam a maior rivalidade entre torcidas no futebol brasileiro.

Seria uma partida amistosa entre Sergipe e Confiança, com torcidas misturadas, para celebrar a paz no futebol. De acordo com Uchôa, a iniciativa também serviria para contrapor a imagem de estado violento que Sergipe adquiriu. “Precisamos tomar uma atitude, que nos faça sermos notados por todo o país. Queremos que as pessoas da nova geração, entendam que futebol serve para fazer amigos. Para isso, vamos promover um amistoso entre Sergipe e Confiança e fazer com que cada torcedor do Confiança consiga trazer para sua torcida, um amigo do Sergipe e um torcedor do Sergipe faça o mesmo”, propôs Jouberto Uchoa.

O amistoso contaria ainda com uma partida preliminar entre as torcidas organizadas, uma sugestão que partiu dos membros presentes das próprias torcidas. Demonstraram apoio à iniciativa do amistoso a Federação Sergipana de Futebol, representada na reunião pelo vice-presidente Alberto Nogueira, o presidente do Confiança, Hyago França, o representante do Sergipe, Lailson Melo, e os membros de torcidas organizadas de ambos os times.