SSP anuncia queda de 19,8% nos homicídios

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/04/2017 às 00:41:00

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) anunciou ontem, em coletiva de imprensa, novos registros de redução dos casos de homicídios dolosos em Sergipe. O órgão apresentou pelo terceiro mês consecutivo deste ano uma redução nos registros desta natureza. No mês de março de 2016, foram contabilizados cerca de 111 crimes desta natureza, enquanto neste ano foram computadas 85 ocorrências. Isso significa uma redução de 23,4% nos casos registrados em Sergipe.

Os números seguem de maneira positiva se comparados os registros de março deste ano ao mesmo mês em 2015 e 2014, onde foram computados respectivamente 109 e 103 registros. Ou seja, houve redução neste ano de 22% em relação a 2015 e de 17,4% em relação a 2014. Em relação ao primeiro trimestre deste ano, os números também são positivos se comparados aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016 e 2015.

O primeiro trimestre deste ano registrou 275 homicídios dolosos, apontando uma redução de 19,8% em comparação ao mesmo período de 2016, quando foram contabilizados 343 registros desta natureza. Além disso, houve redução de 16,4% em relação ao primeiro trimestre de 2015, quando foram contabilizados 329 registros de homicídios dolosos em Sergipe. Até mesmo dentro dos primeiros meses deste ano houve redução nos casos de homicídios dolosos, levando em consideração que tanto no mês de janeiro como no de fevereiro foram computados 95 registros. Assim, houve este ano uma redução de 10,5% em ocorrências desta natureza, tendo em vista que o mês de março somou 85 registros.

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira, ainda há muito trabalho a ser feito, mas os números já mostram que a Polícia está seguindo o rumo certo. "O trabalho realizado de modo integrado mostra claramente que a Polícia está seguindo o rumo correto e buscando contribuir sempre para a diminuição de números como esses", destacou. Já o porta-voz da Polícia Militar, tenente-coronel Paulo César Paiva destacou o papel desempenhado pela corporação nesse processo. "Esses números são fruto do trabalho feito em união com as forças de Segurança Pública, bem como com o empenho do efetivo de policiais militares que se arriscam nas ruas para combater atos criminosos e trabalhar da melhor forma para que toda sociedade sergipana se sinta mais segura”, pontuou.

De acordo com a o secretário da Segurança Pública, João Batista Santos Júnior, os números ainda são altos, mas já mostram o empenho das Polícias e do efetivo da Força Nacional de Segurança Pública que atua há quase dois meses em Aracaju. "Os números divulgados hoje são muito satisfatórios, mas temos muito a fazer”. Ele destacou ainda, que esse é o resultado de uma estratégia traçada que teve como primeiro objetivo entender o fenômeno de índices tão altos como os de homicídio em Sergipe. "Nossa estratégia foi traçada para desacelerar esses números, estagná-los, para que resultados como os já citados sejam considerados muito mais expressivos”, concluiu Batista.