Remanejamento de servidores da Prefeitura não convence vereadores de Rosário

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/04/2017 às 00:42:00

Vereadores de Rosário do Catete ficaram surpresos com a declaração da bancada de Situação em afirma que servidores de Rosário do Catete não foram exonerados, mas remanejados dos cargos em que exerciam na Prefeitura. A explicação partiu do líder do grupo, o vereador Walter Barreto (DEM), algo que não convenceu a Oposição da Câmara, que afirmou que o prefeito voltou atrás da decisão devido à repercussão no final de semana.

De acordo com o líder da Oposição, o Professor Alex (PT), diversos funcionários receberam a ligação de gestores da Prefeitura informando que eles tinham perdido o cargo. “Não foi boato, muitos do que foram informados me falaram pessoalmente o que prova que realmente foram exonerados”, destacou o vereador, durante a plenária dessa segunda-feira (03).

O vereador Walber Barreto tentou amenizar a conversar e afirmou que houve o telefonema, mas que de fato a exoneração não houve, já que não foi publicada no Diário Oficial da Prefeitura. O esclarecimento não convenceu. “Na verdade, eles voltaram atrás. O prefeito Vino viu a grande repercussão que iria se dar ao caso e não prosseguiu. Isso mostra mais uma vez a falta de planejamento em que encontra essa gestão”, criticou.