Caminhão com carga de cimento tomba na BR 101

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/04/2017 às 00:29:00

Milton Alves Júnior


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) investiga as causas do acidente que deixou um motorista preso às ferragens na madrugada de ontem no km 54 da BR-101, próximo ao trevo de acesso à cidade de Carmópolis. De acordo com a PRF, as informações iniciais indicam que o motorista – o qual não teve o nome revelado -, teria perdido o controle do caminhão carregado de cimento e capotou na rodovia por volta das 4h30. Presa na cabine, a vítima necessitou ser socorrida por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu), e, em seguida, encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Por segurança, a rodovia necessitou ser interditada por mais de 1h30, e seguiu lenta até as 8h20 quando o veículo foi removido. Durante este período os agentes de trânsito necessitaram acionar equipes de limpeza para que pudessem higienizar a pista e evitar novos sinistros. Por telefone o agricultor Joelino dos Santos informou que transitava nas intermediações do acidente quando ouviu um barulho de colisão. A princípio, ele disse ter pensado em choque entre dois automóveis, e decidiu seguir até o local a fim de colaborar com as ações de primeiros socorros. Ele foi um dos primeiros a acionar a PRF.

“Acidentes são comuns na estrada e por isso achei que seria um acidente com dois veículos. Quando cheguei aqui vi o caminhão capotado em uma das faixas e um monte de cimento espalhado por tudo que era canto. Todos os motoristas que passavam pelo local tentavam ajudar de alguma forma, principalmente os caminhoneiros. Só depois de alguns minutos percebemos que a situação era mais grave e só os Bombeiros poderiam retirar o rapaz”, declarou. Até a liberação das duas pistas, um congestionamento superior a cinco quilômetros foi formado em ambos os sentidos. Agentes da PRF permaneceram no local para colaborar com a normalização do fluxo.

Na tarde de ontem o JD entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), e com a direção do Huse a fim de atualizar o estado clínico do motorista. Conforme informações apresentadas pela assessoria de comunicação da unidade hospitalar, o motorista segue internado na área verde trauma; seu quadro permanece estável, passou por exames de ultrassom, raio x e laboratoriais. Não apresenta fraturas e aguarda reavaliação do setor de ortopedia.