CBG encerra Curso Nacional de Arbitragem de GR

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Árbitros de Ginástica Rítmica de todo o Brasil, participam do Curso Nacional de Arbitragem de GR em Aracaju. Foto: Gbatista
Árbitros de Ginástica Rítmica de todo o Brasil, participam do Curso Nacional de Arbitragem de GR em Aracaju. Foto: Gbatista

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 10/04/2017 às 00:08:00

Iniciado no último dia 4 de abril em Aracaju, encera-se neste domingo, o Curso Nacional de Arbitragem de Ginastica Rítmica, para o Ciclo Olímpico 2017/2020. O evento promovido pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), tem como objetivo principal, a formação de árbitros nessa modalidade para atuar nas competições realizadas no país.

- A cada ciclo olímpico que se desenvolve de quatro em quatro anos, a entidade tem por obrigação de promover cursos para formação de novos árbitros, nas diversas modalidades de ginástica, que atuarão dentro desse período. O curso de formação se encerra com uma avaliação prática e teórica. Os profissionais que não obtiverem a nota mínima exigidapela Federação Internacional de Ginástica (FIG), estarão desqualificados, informou Monika Queiroz, uma das ministrantes do referido curso.

Além de Monika Queiroz, árbitra intercontinental, o curso também é ministrado por Ana Catarina Pompeu, árbitra internacional. O curso conta com a participação de 65 árbitros de todo os pais, que em regime de tempo integral participam das aulas práticas e teóricas, no auditório do Hotel Classic, na Orla de Atalaia.

Dentre as matérias constantes do conteúdo programático estão, Generalidades sobre a modalidade, Dificuldade D1/D2, Execução Individual com técnicas e práticasde vídeo, Execução Conjunto, também com prática de vídeo. A tarde de sábado e a manhã deste domingo foram reservadas para as avaliações práticas e teóricas, quando serão conhecidos os árbitros que lograram aprovação e estarão aptos para desenvolver seus trabalhos no ciclo olímpico, que se inicia este ano e vai até 2020.