Jackson viabiliza obras de infraestrutura no ministério dos Transportes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador Jackson Barreto e a bancada federal participaram de reunião com o ministro dos Transportes . Foto: Alberto Ruy
O governador Jackson Barreto e a bancada federal participaram de reunião com o ministro dos Transportes . Foto: Alberto Ruy

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/04/2017 às 00:54:00

O turismo de Sergipe recebe novo impulso nesta terça-feira, 11, com a decisão de início da reforma do terminal de passageiros do aeroporto Santa Maria para agosto. A previsão de entrega é julho do próximo ano. A informação foi divulgada durante reunião entre o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o governo Jackson Barreto e membros da bancada federal sergipana.

Com orçamento de R$ 57 milhões, já garantidos junto à Infraero, o terminal será climatizado, terá fingers (acessos cobertos às aeronaves e com acessibilidade), além de lojas e praça de alimentação.

“O valor para execução da obra de reforma já está assegurado na Infraero e, neste sentido, saímos com a perspectiva de um terminal moderno para ser inaugurando próximo ano. O aeroporto é uma obra importante, que fortalecerá nosso turismo e economia. Faremos um espaço moderno, climatizado, os passageiros não irão mais embarcar embaixo de sol ou de chuva. Nosso projeto inicial era de construir um terminal em frente à praça do residencial Santa Tereza, mas diante das dificuldades e do valor da obra, mais de R$ 400 milhões, teremos um novo terminal que atenderá nossas necessidades até 2038 e que custará R$ 57 milhões. Os recursos já estão garantidos por meio de emenda de bancada e por meio do suporte que garantimos com Romero Jucá, líder do governo no Senado. Prevaleceu o bom senso. É melhor modernizar o que temos do que iniciar uma obra que não teremos certeza que será concluída. Quero agradecer o trabalho de nossa bancada e agradecer ao deputado André Moura na definição dessas obras e locação de recursos”, declarou o governador.

Na próxima semana, Jackson e o líder do governo no Congresso, André Moura, se reunirão como presidente Michel Temer para assegurar os R$ 40 milhões para o terminal, viabilizados pelo governador com o senador Romero Jucá.

O ministro Maurício Quintella explicou que a proposta de reforma do terminal existente se fez necessária diante da redução do orçamento da Pasta. “Esse assunto foi o maior motivador dessa reunião. Sergipe merece o melhor terminal possível, mas o projeto pretendido está em torno de R$ 450 milhões, não temos esse dinheiro. Tivemos um contingenciamento de R$ 5 bilhões, nossa proposta é de recuperação e ampliação do terminal existente, para que o espaço opere com o dobro da capacidade atual. Não é o projeto que se esperava, mas Sergipe estará bem atendido”, disse.

A ampliação do aeroporto Santa Maria e construção do novo terminal são pautas constantes da gestão estadual. Em janeiro, governador Jackson Barreto debateu o tema com o presidente Michel Temer.

 

 

 

 

Duplicação da BR-101 - A duplicação da BR-101 também foi tema do encontro. Maurício Quintella informou que o trecho entre os municípios de Capela e Propriá avançará de 13 a 20 quilômetros até julho, quando se inicia o período de chuvas no estado.

 “Vamos iniciar a ponte entre Alagoas e Sergipe, nesse ponto, iniciamos a o lote 1, de Propriá a Capela. Esse lote será entregue até julho, entre 13 e 20 quilômetros. O lote 2 ainda será licitado no segundo semestre. O lote 5, entre Cristinápolis e divisa da Bahia, será licitado em junho”, explicou o ministro.

A divisão dos lotes foi realizada da seguinte forma: primeiro trecho da BR-101 se estende do Km 00, em Propriá, ao km 40, na altura dos municípios de Capela e Japaratuba.  O segundo segmento se estende do Km 40 ao KM 51,8 (Carmópolis).  O terceiro trecho se estende do KM 51,8 ao Km 77,3 (Pedra Branca). Já o trecho entre Pedra Branca (Km 77,3) a Estância (Km 153) já está completamente duplicado. O trecho final se estende do povoado Alecrim, em Estância (KM 153), à divisa com o estado da Bahia, em Cristinápolis (Km 206,1).

O deputado federal André Moura reforçou o empenho de Quintella para retomada dos serviços de duplicação da rodovia. “As explicações já foram dadas, sabemos que todo processo é burocrático vai ser vencido, mas com celeridade, e eu sou testemunha, disse isso ao governador hoje, do seu emprenho para poder resolver porque quando tivemos reunião na semana passada você determinou a sua equipe aqui do ministério dos transportes se deslocasse até Aracaju para se somar com a equipe no Dnit lá, pra dar agilidade para que pudesse ser deflagrado o processo de licitação do trecho Estância até Cristinápolis e esse processo foi como dito aqui, aprovado hoje na diretoria colegiada do Dnit”.