Comissão propõe ampliar discussão sobre a crise nos Correios

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/04/2017 às 00:06:00

Em reunião da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA), realizada ontem, o presidente da Comissão, deputado Valadares Filho (PSB-SE), propôs que a discussão sobre o fechamento das unidades de atendimento dos Correios seja retomada a fim de aprofundar o debate. Na semana passada, a matéria foi tema de audiência pública realizada pela CINDRA.

 O requerimento apresentado por Valadares Filho e aprovado pela Comissão, propõem a realização de outra audiência e, desta vez, em conjunto com as Comissões de Direitos Humanos e Minorias; e de Ciência e Tecnologia. “A nossa proposta é aprofundar a discussão a fim de buscar formas criativas de solucionar a grave crise financeira que a Empresa vem atravessando”.

Valadares Filho destaca que a situação dos Correios deve ser analisada com cuidado. “Nos últimos anos, com os avanços das tecnologias da informação, a maneira de se comunicar mudou completamente e os Correios vem perdendo espaço. Por outro lado, não se pode simplesmente fechar as agências de atendimento e demitir milhares de funcionários”, ressaltou.

A extinção de cargos comissionados na Funai, também foi tema de requerimento de autoria de Valadares Filho, aprovado hoje pela CINDRA. O requerimento propõe a realização de audiência pública com a presença de dirigentes da Funai, em conjunto com membros dos Ministérios do Meio Ambiente e de Minas e Energia e com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), para discutir as consequências dessa medida.

Valadares Filho esclareceu que o objetivo da audiência é discutir e debater as consequências danosas provocadas pela extinção de oitenta e sete cargos comissionados no âmbito da Funai. “A primeira consequência é o atraso na liberação de licenciamentos ambientas para realização de grandes obras de infraestrutura”.