Campanha pretende vacinar 500 mil pessoas contra a Influenza

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/04/2017 às 00:23:00

Milton Alves Júnior


Até o dia 26 de maio, 44 unidades de saúde de Aracaju credenciadas pelo Ministério da Saúde estarão ofertando vacinas destinadas à 'Campanha de Vacinação Contra a Influenza'. Em parceria com a Prefeitura de Aracaju, até o final deste período o Governo Federal pretende imunizar cerca de 174 mil pessoas. Assim como ocorreu nos últimos anos, o MS está disponibilizando vacinas do tipo trivalente, a qual tende a proteger o cidadão contra os vírus Califórnia-H1N1 + Influenza A, Texas + Influenza B, e Massachusetts. Em todo o estado a previsão é que 500 mil pessoas recebam a aplicação do medicamento.

Conforme previamente planejado, esse ano estão aptos os seguintes grupos: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhador da área da saúde; pessoas com 60 anos de idade ou mais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade, e professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula.

De acordo com a coordenadora de Imunização da SMS, Débora Moura, por questões estratégicas, na manhã de ontem algumas unidades ainda não haviam recebido as doses. "Nós deixamos pra distribuir por último as vacinas destinadas a Zona de Expansão e também para aquelas unidades que ficam localizadas em áreas com histórico de invasão. Tivemos recentemente vários casos de unidades que perderam todo o estoque de vacinas depois de serem arrombadas, então não quisemos correr o risco disso acontecer. Mas amanhã todas as USFs estarão abastecidas e aptas a vacinar os grupos prioritários”, explicou.

Exigência - Para receber a vacina é necessário apresentar o Cartão de Vacinação. Os portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais precisam levar também uma prescrição médica, especificando o motivo da indicação da vacina. Já os professores devem comprovar a atividade através de algum documento ou declaração da escola onde ensina. No dia 13 de Maio o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Aracaju realizam o 'Dia D', quando todas as Unidades de Saúde da Família (USFs) vão funcionar das 8h às 17h.