Edvaldo empossa diretores e assina convênio de manutenção das escolas municipais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Cerimônia de posse dos novos diretores das escolas municipais. Foto: Janaína Santos
Cerimônia de posse dos novos diretores das escolas municipais. Foto: Janaína Santos

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/04/2017 às 00:27:00

O prefeito Edvaldo Nogueira iniciou a semana com ações efetivas em favor da melhoria da Educação em Aracaju. Nesta segunda-feira (17), como parte de um processo que denominou como “um movimento de resgate da escola pública”, ele empossou 14 novos diretores e coordenadores de escolas da rede municipal e assinou convênio de manutenção das unidades de ensino, que estavam sem o serviço há dois anos.

 “A Educação tem sido prioridade no processo de reconstrução da nossa cidade. A posse dos novos diretores e a assinatura do contrato de manutenção das escolas, que há dois anos estava parado, além de outras medidas que já tomamos, como a regularização da merenda e do transporte escolar, a compra de mobiliário, e o aumento de cinco mil matrículas na rede são a prova do nosso compromisso com uma Educação Pública de qualidade em Aracaju”, afirmou o prefeito.

Na solenidade, Edvaldo fez um chamamento aos profissionais da rede municipal de Ensino para que se engajem na reconstrução da Educação em Aracaju. “A Educação é essencial para construir uma sociedade mais justa. Neste sentido, a rede municipal, que abriga a educação infantil e o ensino fundamental, tem papel muito importante. Por isso, o nosso desafio é fortalecer o trabalho desenvolvido nas nossas escolas, colocando diretores e coordenadores competentes, compromissados e capazes de dar a sua contribuição”, disse.

Ao pontuar a importância da assinatura do contrato de manutenção das escolas, o gestor municipal salientou que, desta forma, as unidades de ensino não perderão a sua funcionalidade, nem sofrerão deterioração. “Após dois anos sem manutenção, as escolas voltarão a ter o cuidado necessário para que continuem sendo um espaço agradável para receber alunos e professores”, destacou.

A secretária municipal da Educação, Cecília Leite, explicou que as alterações no corpo diretivo das escolas se deram em decorrência de aposentadoria de alguns profissionais ou vacância causada por gestores que assumiram outras funções. “A posse destes novos diretores e coordenadores pedagógicos tem o objetivo de fazer com que as escolas voltem a funcionar adequadamente”, frisou ela, ressaltando que o contrato de manutenção das escolas também integra este processo de regularização da prestação dos serviços na Educação de Aracaju.

Cecília fez ainda um balanço do trabalho realizado na pasta até agora. “Ao chegar à Secretaria da Educação, encontramos muitos problemas, escolas paralisadas, contratos com fornecedores atrasados, falta de professores, falta até de carteira nas salas de aula. Nestes 100 dias, estamos recompondo tudo. Já compramos 1 mil carteiras para recompor o mobiliário, assinamos este contrato para ações de manutenção das escolas, negociamos com os fornecedores, o que permitiu a regularização da merenda escolar. 21 escolas estavam sem funcionar por falta de pagamento da merenda. Resolvemos isso. Estamos recompondo o quadro de professores. Finalizamos a obra da Escola Calumby Barreto, no 17 de Março, tanto que o último pagamento para a empresa responsável pela obra foi feito por nós. Retomamos o diálogo da prefeitura com os professores. O sindicato já foi recebido quatro vezes por nós e já foi recebido também pelo prefeito. Estamos avançando”, elencou.