Preparado para a guerra

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/05/2017 às 00:07:00

Brasileiros e sergipanos puderam acompanhar ontem, estarrecidos, o grande aparato policial a 150 metros do prédio da Justiça Federal em Curitiba por conta do depoimento do ex-presidente Lula (PT), às 14h, ao juiz Sérgio Moro. Na Lava Jato, Lula é acusado de receber um apartamento tríplex no Guarujá (SP).

O que se viu nessa quarta-feira, nas imagens das televisões, foi um número absurdo de policiais fazendo o bloqueio e prontos para dá tiros de borracha e jogar gás lacrimogêneo naqueles que infringissem a ordem pública. Não faltou atirador de elite e aviões para garantir a tranquilidade do espaço aéreo.

O excesso de policiais fez parte de uma força-tarefa em pontos estratégicos da cidade, com participação das polícias Civil, Militar, Rodoviária e Federal.  Já desde a noite da terça-feira que centenas de policiais chegaram às imediações da Justiça Federal para impedir que manifestantes pró-Lula e pró-Lava Jato acampassem nas imediações do prédio.

Por determinação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o expediente da Justiça Federal foi suspenso. Só poderiam entrar no local pessoas que tinham ligação direta com o processo de Lula.

O esquema de segurança montado para o depoimento de Lula, mas pareceu que o país se preparava para uma guerra. Esqueceram que quem estava do outro lado do bloqueio não eram inimigos nem marginais, mas trabalhadores com direito a liberdade de manifestação.

Pareceu também que Lula era um dos maiores criminosos do mundo, um Pablo Escobar, que seus seguidores iriam invadir o prédio da Justiça Federal e acabar com tudo e com todos por lá só para evitar que prestasse depoimento.

Lamentável que no dia a dia, em todo o país, os brasileiros não vejam nas ruas das suas cidades um significativo aparato policial para garantir a segurança da população e dificultar as ações dos bandidos que a cada dia estão mais violentos e são em maior número.

Um dos crimes bárbaro ocorreu nos últimos dias, em Nossa Senhora do Socorro, quando cinco marginais entraram na casa de um senhor de 66 anos, o espancaram, deceparam seus membros, inclusive a cabeça, e como se não bastasse ainda tocaram fogo. 

O que vimos ontem, em Curitiba, mostra um Brasil de duas faces.

.................................................................................................................. 

Recepção petista 1

Logo ao desembarcar ontem de manhã no aeroporto de Curitiba, o ex-presidente Lula recebeu apoio da ex-presidente Dilma, da senadora Gleisi Hoffmann (PR), e do deputado federal Zeca Dirceu (PR), filho de José Dirceu. Eles foram prestar solidariedade ao companheiro petista.

 

Recepção petista 2

Também foram ao aeroporto recepcionar Lula e participar das manifestações: o líder do PT na Câmara Carlos Zarattini, os deputados petistas Vicentinho, José Mentor, Wadih Damous, Jorge Solla,  Bohn Gass,  Maria do Rosário, Paulo Teixeira; os senadores Lindbergh Farias, Paulo Rocha, Fátima Bezerra e Vanessa Graziotin. Além dos ex-ministros Gilberto Carvalho, Luis Marinho, Maria do Rosário e Miguel Rossetto; dos governadores do Piauí e Acre Wellington Dias e Tião Viana respectivamente; Guilherme Boulos, coordenador do MTST, e João Pedro Stédile, da coordenação nacional do MST; Rui Falcão, presidente do PT; e o secretário nacional de finanças do PT, ex-deputado federal Márcio Macedo.

 

Cumprimentando os apoiadores

Algumas quadras antes do prédio da Justiça Federal, Lula desceu do carro e cumprimentou aos manifestantes. Pouco depois, voltou para o carro e foi para a audiência.  A manifestação a favor do ex-presidente aconteceu no centro de Curitiba, na Praça Santos Andrade. Já manifestantes pró-Lava Jato se concentram no Centro Cívico de Curitiba.

 

Quase 5h de depoimento

O depoimento do ex-presidente é o segundo mais longo na história da Operação Lava Jato. As mais de quatro horas do depoimento superaram às quatro horas e meia de um dos depoimentos do doleiro Alberto Youssef, mas ficaram atrás das cinco horas do ex-executivo da Petrobras Paulo Roberto Costa.

 

Com os manifestantes

Após depoimento ao juiz Sergio Moro, o ex-presidente Lula e a ex-presidente Dilma discursaram para a militância e movimentos populares. Disse que não tinha tamanho para tamanha solidariedade. “Se não fossem vocês, eu não teria forças para suportar esse massacre. Hoje eu achei que iriam me mostrar uma escritura. E nada, nada, nada. Se a elite deste país não tem competência, eu vou voltar para consertar este País", afirmou.

 

Festa no interior

O vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB) acompanhou ontem o governador Jackson Barreto (PMDB) nas visitas a Poço Redondo e Canindé de São Francisco para a assinatura do Termo de Adesão ao Fundo Garantia Safra, entrega de títulos de regularização fundiária a agricultores familiares e distribuição de material forrageiro para os pequenos produtores. Os dois estarão hoje em Monte Alegre e Porto da Folha.

 

Chapa majoritária 1

Vereadores de Poço Redondo chegaram a comentar ontem com o ex-prefeito de Canindé do São Francisco, o ex-deputado federal Heleno Silva (PRB), que se ele fosse o vice de Belivaldo a chapa seria “imbatível”.

 

Chapa majoritária 2

Jackson Barreto, que estava muito à vontade com os prefeitos de Canindé e Poço Redondo, assim como com os movimentos sociais e MST, estava sendo visto já como candidato ao Senado.

 

Chapa majoritária 3

Em conversa ontem com a coluna, Heleno Silva disse que topa ser o segundo candidato ao Senado na chapa governista com Jackson Barreto. Já o deputado federal Fábio Mitidieri (SD), diferente de Heleno, não topa ser candidato ao Senado se JB for e já declarou, inclusive, apoio a ele.

 

Esperando por JB

Informações chegadas à coluna dão conta que o secretário Zezinho Sobral (Inclusão Social) aguarda uma definição, o mais breve possível, do governador Jackson Barreto no sentido de se será candidato a deputado estadual ou continuará como gestor da pasta. Teria confidenciado a um amigo que é JB quem vai definir o seu futuro e que se fizer a opção por candidatura, que diga o quanto antes para começar a se articular politicamente.

 

Canal de Xingó 1

Vai sair do papel o Canal de Xingó. Ontem, durante audiência pública realizada  pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), na Câmara dos Deputados, em Brasília, a presidente nacional da Codevasf, Kênia Marcelino, disse que o edital de licitação de elaboração do projeto básico da primeira fase do Canal deverá ser publicado nessa sexta-feira. A audiência foi coordenada pelo presidente da Cindra, deputado federal Valadares Filho (PSB).

 

Canal de Xingó 2

A primeira fase do Canal do Xingó inclui os primeiros 114,55 quilômetros do empreendimento, que vai desde a captação de água no reservatório de Paulo Afonso IV (BA), passando por Santa Brígida (BA) e Canindé de São Francisco (SE), até o antigo reservatório R-5 em Poço Redondo (SE).

 

Pressão do Planalto

O presidente Michel Temer e seus líderes na Câmara e Senado decidiram elaborar um documento com a assinatura dos parlamentares do PMDB para obrigá-los a votar a favor da reforma da Previdência proposta pelo governo. A ideia é fazer com que os peemedebistas fechem questão sobre o assunto para servir de “exemplo” para outros partidos governistas. O instrumento será utilizado para ameaçar deputados e senadores que se ausentarem das votações sem justificativa ou que insistirem em votar contra a reforma. Entre as punições previstas estão a advertência e até a expulsão do PMDB. O deputado federal Fábio Reis, único peemedebista de Sergipe, vai sofrer essa pressão.

 

Lagarto em festa 1

 A população de Lagarto comemorou ontem liminar concedida pelo Tribunal de Justiça favorável à Associação Hospitalar de Sergipe, mantenedora do Hospital Nossa Senhora da Conceição, determinando a reabertura da unidade de saúde a partir de hoje. No dia 25 de março, a Adema interditou o hospital, mesmo sem dar o direito da direção da Associação de se manifestar.

 

Lagarto em festa 2

 Em sua sentença, o TJ considerou que o serviço de saúde oferecido pela unidade é essencial à população mais carente não só de Lagarto, mas de toda a região Centro-Sul de Sergipe. “Em uma ponderação dos direitos fundamentais da saúde e do meio ambiente equilibrado, o primeiro deverá prevalecer sobre o segundo, sem deixar de reconhecer a importância deste, visto que o direito à saúde é basilar para a dignidade da pessoa humana e consagração do direito à vida”.

 

 

Veja essa...

A Polícia Rodoviária Federal afirmou ontem ter abordado 168 ônibus de manifestantes a caminho de Curitiba até as 14h30. A maioria deles, 92, saiu de outros estados. Apenas um ônibus foi escoltado e retido, em razão de irregularidades. Em média, cada ônibus transportava 40 passageiros, o que resulta em cerca de 6,7 mil pessoas na manifestação pró-Lula.

 

 

CURTAS

 

Informações chegadas à coluna dão conta que o deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB) vai indicar o novo diretor de crédito do Banese.

 

O deputado Adelson Barreto (PR) usou ontem a tribuna da Câmara Federal para demonstrar sua preocupação sobre o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo País e no mundo. Na ocasião, o parlamentar cobrou a efetivação de políticas públicas para coibir o alto índice de acidentes nas estradas brasileiras e destacou a importância do movimento Maio Amarelo.

 

O vereador Vinícius Porto (DEM) apresentou na manhã de ontem, na Câmara de Vereadores de Aracaju, um Projeto de Lei que proíbe a venda direta ao cliente de carne previamente triturada. A PL obriga que todos os estabelecimentos possuam um moedor e que o processo de moagem somente seja feito na presença do consumidor, sem cobrar taxas a mais por isso.

 

O deputado Moritos Matos (PROS) recebeu ontem, em seu gabinete na Assembleia, a presidente municipal do PROS em Nossa Senhora das Dores, Patrícia Fêlix. Discutiram a organização do partido para as próximas eleições.