Começa a andar

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/05/2017 às 00:01:00

O Canal de Xingó é um projeto social sustentável que consiste em um sistema adutor para abastecimento hídrico humano, industrial, animal e para irrigação de 16.500 ha, atendendo a cinco municípios do oeste sergipano e dois do leste baiano. Tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da região semiárida através da agricultura irrigada, dentro da sustentabilidade ambiental; elevar a produção e a produtividade das safras agrícolas, gerando renda, aumento da oferta de alimentos e propiciando a abertura de empregos diretos e indiretos.

Ele está localizado entre os Estados de Sergipe e Bahia, englobando os municípios de Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre de Sergipe, Paulo Afonso e Santa Brígida, na margem direita do rio São Francisco.  A sua implantação, segundo estudos da Codevasf, vai beneficiar uma população de 69.300, gerar 16.500 empregos diretos e 33 mil indiretos.

Esse projeto em Sergipe, que representa a redenção do povo sertanejo, não andou para frente desde que foi planejado lá por volta de 2013. Até março deste ano não havia, sequer, recursos para fazer o anteprojeto, situação bem diferente das obras na Bahia, que estão bem avançadas, e em Alagoas, como o Canal do Sertão, cuja obra já está na quinta etapa, com mais de 100km.

Precisou o governador Jackson Barreto (PMDB), durante o carnaval, ter lido o livro do engenheiro Renato Conde Garcia ‘Linha Mestra Xingó' para querer fazer sair do papel o Canal de Xingó. O livro alerta sobre o surgimento de uma crise hídrica no estado, nos próximos anos, se nada for feito para impedir um colapso hídrico.

Em razão disso, JB resolveu deixar as questiúnculas política de lado e decidiu procurar o seu adversário político, o deputado federal André Moura (PSC), após ele ter assumido a liderança do governo no Congresso Nacional. Deu o primeiro passo para trazer o Canal de Xingó para a ordem do dia, na primeira audiência que teve com André, em março, junto com a bancada federal aliada.

Depois, JB trouxe a Sergipe a presidente nacional da Codevasf, Kênia Marcelino, para, no Palácio de Despachos, discutir a retomada do projeto do Canal de Xingó, juntamente com técnicos da área do governo de Sergipe e deputados estaduais e federais.

André Moura se mobilizou e conseguiu junto ao governo Temer a liberação de R$ 20 milhões para a elaboração do projeto básico do canal, por meio do Ministério do Planejamento.

O senador Valadares (PSB) também correu atrás do prejuízo. Conseguiu junto ao seu trabalho na Comissão Mista do Orçamento (CMO) e no Ministério da Integração Nacional a liberação de R$ 5.800 milhões, de um total de R$ 16 milhões, para desencadear essa primeira fase do projeto.

As ações do governador e dos parlamentares de Sergipe começam a surtir efeito. O Diário Oficial da União (DOU) publicou ontem o aviso de licitação, no modo “Concorrência”, para a elaboração do projeto básico do Canal Xingó – Fase I, compreendendo o trecho entre a captação no reservatório de Paulo Afonso IV e até 114 Km.

Com a somação de forças políticas do minúsculo Sergipe só quem ganha é o povo.

...............................................................................................................

 

Canal de Xingó 1

Quando esteve em Sergipe, em março, em audiência com o governador Jackson Barreto (PMDB), parlamentares e técnicos do governo, a presidente nacional da Codevasf, Kênia Marcelino, disse que esperava que até o final de outubro ou começo de novembro, o projeto do Canal de Xingó já esteja concluído. “Assim, tentaremos viabilizar junto ao Congresso uma emenda de bancada para iniciarmos essa obra já no ano de 2018”, afirmou.

 

Canal de Xingó 2

Na oportunidade, Kênia disse que para que as obras sejam iniciadas é preciso dotação orçamentária e, por isso, mais do que nunca, esperava a união do Estado para que sejam viabilizados os recursos. “Vamos tentar viabilizar quer seja através de recursos da União ou por emendas de bancada”, explicou.

 

Canal de Xingó 3

Informou que após a finalização dos projetos, a Codevasf dará início aos procedimentos necessários para a elaboração da licitação da obra, cujo prazo de conclusão é de três a quatro anos, e o montante de investimento para a implantação da 1ª fase é estimado em R$ 870 milhões. Revelou ainda a extensão do canal em suas duas fases é 306 km e o investimento total do Canal está estimado em R$ 4,5 bilhões.

 

O que falar

Repercutiu muito ontem em Sergipe o vazamento do depoimento da mulher do marqueteiro João Santana, Mônica Moura, na Operação Lava Jato, afirmando que a campanha para o governo de Sergipe em 2002 foi custeada com recursos de caixa 2. Disse que os entendimentos foram feitos pelo ex-governador Albano Franco e quem pegava os recursos era o filho do tucano, o empresário Ricardo Franco. Ressaltou que não lembrava o montante, mas acreditava ser em torno de R$ 6 milhões. Em 2002 o candidato a governador era o ex-senador Francisco Rollemberg (PTN).

 

Disputa na CMO 1

Não é dos melhores o clima na Comissão Mista do Orçamento (CMO), presidida interinamente pelo senador sergipano Antônio Carlos Valadares (PSB). Tudo porque ele indicou esta semana para a relatoria-geral do Orçamento o deputado Cacá Leão (PP-BA). A decisão foi criticada por PSDB e PMDB.

 

Disputa na CMO 2

O PSDB ainda não desistiu de indicar o relator-geral da proposta orçamentária de 2018 e tem o nome: o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).  A reivindicação dos tucanos conta com apoio do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL). Em retaliação a indicação de Valadares, tanto o PMDB como o PSDB no Senado vêm obstruindo os trabalhos na CMO, onde a proposta tramitará a partir de agosto, em uma tentativa de forçar a negociação.

 

Disputa na CMO 3

A obstrução está sendo feita com a não indicação de representantes dos dois partidos para o colegiado. O PMDB tem direito a três vagas titulares e três suplências. Um deles será o presidente da comissão. O bloco PSDB-DEM-PV tem direito a quatro vagas (dois titulares e dois suplentes) e só indicou a metade. A Comissão de Orçamento foi instalada no dia 28 de março e até hoje não conseguiu eleger a Mesa, que é composta pelo presidente e por três vices.

 

Disputa na CMO 4

O senador Valadares enviou ontem um ofício ao presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB), solicitando a intervenção dele para que o PMDB e o PSDB no Senado indiquem logo seus representantes na comissão, incluindo o presidente do colegiado.  Também tentará marcar uma reunião com Eunício e os parlamentares já indicados à CMO para a próxima terça-feira se até lá não for fechado um acordo para a indicação do relator-geral da proposta orçamentária.

 

Com procuradores 1

Na manhã de ontem o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) recebeu membros da Associação dos Procuradores Municipais (APMSE), em seu escritório de representação em Aracaju. Na ocasião, foi discutido sobre a PEC (17/2012) que estará tramitando logo em breve no Senado Federal.

 

Com procuradores 2

Segundo o senador, a proposta determina a realização de concurso público para procurador de município, já que existe a necessidade de haver ao menos um procurador concursado por município, embora haja a ressalva dos custos da remuneração para as cidades menores. Ele se colocou à disposição de apoiá-los, abrindo diálogo com colegas parlamentares e discutir juntos sobre a PEC.

 

Na justiça

O deputado estadual Gilmar Carvalho (sem partido) disse ontem que na próxima segunda-feira estará protocolando na Procuradoria do Consumidor um pedido de investigação e devolução de dinheiro cobrado indevidamente pelo Detran pelos serviços prestados em 2016 e 2017. Revelou que não está preocupado se o Detran vai “quebrar” ou não. 

 

 

 

CURTAS

 

Do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), ontem, durante Seminário de Planejamento Participativo da PMA: “Eu não voltei à Prefeitura de Aracaju para fazer igual aos outros. Entrei para fazer diferente e melhorar a vida dos aracajuanos”.

 

Na tarde de ontem, o deputado federal Fábio Reis (PMDB), vice-líder do partido na Câmara dos Deputados, esteve no município de Ilha das Flores entregando à população, ao lado do prefeito Cristiano Beltrão, um veículo e outros equipamentos que vão abastecer o sistema de saúde do município, como computadores, geladeiras, cadeiras e camas clínicas.

 

Suely Barreto, membro da Executiva Estadual do PPS e integrante da coordenação municipal, deve ser candidata à deputada estadual em 2018 pelo município de Estância. Candidata no último pleito, Suely foi a segunda mulher mais votada da sua coligação.

 

Segundo Cristiano Beltrão, foi graças a uma emenda parlamentar destinada por Fábio Reis, no valor de R$ 200 mil, que a prefeitura municipal pode adquirir o veículo e diversos equipamentos.

 

 

 

Veja essa...

 

Do governador Jackson Barreto ao receber o apelo da prefeita de Monte Alegre, Nena (PRB), durante entrega de material de forrageiro aos pequenos agricultores do município, se iria voltar os olhos para Monte Alegre: “os olhos e o coração”.