O novo aeroporto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/06/2017 às 00:22:00

O aeroporto de Aracaju mais parece uma rodoviária. Incompatível com um plano de governo que alega a pretensão de explorar o potencial turístico e comercial de Sergipe, essa realidade sempre impôs muito desconforto aos nossos visitantes, além de alimentar o imaginário popular com um complexo de inferioridade que não tem nada a ver com a geografia de nosso Estado. O aeroporto de Aracaju possui sim a dimensão exata da ambição e competência de nossos governantes.

Felizmente, o discurso empreendedor parece pronto para sair do papel. O projeto inicial, concebido ainda em dias de vacas gordas, teve de ser adaptado aos tempos de crise. De todo modo, após a reforma prometida pelo governador Jaxckson Barreto e a Infraero, o aeroporto Santa Maria terá capacidade de receber 4 milhoes de passageiros por ano. A economia de Sergipe agradece.

Segundo anúncio do Governo de Sergipe, o investimento com recursos da Infraero será de R$ 110 milhões. Estão previstas em projeto, num primeiro momento, a reforma e ampliação do temrinal de embarque e a conclusão da pista de pouso, com 80% dos serviços já executados.

 Aracaju precisa mesmo de um aeroporto decente há muito. O mundo é grande, não cabe no horizonte de nossas praias. Oferecer condições para que nossos cidadãos e os turistas que nos visitam viagem com o mínimo de conforto, ampliar o número de linhas aéreas que reconhecem nossa existência, equivale a acender os contornos de Sergipe de uma vez por todas no mapa do Brasil.